Ações

Çiriânháya

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Çiriânháỹa

Çiriânháya

Rio com barra no Oceano junto a '[[I S Aleyxo]]' (Ilha de Santo Aleixo).


Natureza: rio; barra de rio.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: PARANAMBVCA.


Nomes históricos: Çiriânháỹa; Çiriânháya; SԐrinhajs; SԐrinhain; Sarinhÿn; Cirinhaya; Cirianhaya; Siriânháỹa; Serinhaem.


Nome atual: Rio Sirinhaém.

Citações

►Mapa PE (Albernaz, 1626/1627), plotado, 'R: Serinhaem', barra ao sul da 'ILHA DE S. ALEIXO'.

►Mapa PE-C (IAHGP-Vingboons, 1640) #40 CAPITANIA DE PHARNAMBOCQVE, plotado, 'R. SԐrinhajs', 'Rº. SԐrinhain' na barra junto à 'I. St AlԐxo'.

►Mapa Y-31 (4.VEL Y, 1643-1649) De Cust van Brazil tusschen Rio St. antonij Mimijn ende Cabo St. aúgústijn, plotado, sem nome, com a povoação de 'Sarinhÿn:' na m.d. e barra junto à ilha marítima, 'St. Alexo'.

►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, plotado, 'Cirinhaya', 'Cirianhaya' e 'Siriânháỹa' na barra junto à 'I S Aleyxo'.

(Laet, 1637), Interrogação de Bartolomeu Peres, e situação ao redor e perto de Pernambuco, tanto ao sul como ao norte, pg. 129:

"Quatro léguas de Ipojuca ao sul está o rio Marcahipe, ...

Duas léguas além segue o rio Serinhaém, não mais profundo que 8 a 9 pés. Continuamente 4 a 5 barcos entram no rio por uma légua para carregar o açúcar de uns 20 engenhos que se encontram nessa zona; alguns meia légua e outros uma légua terra adentro. Não há fortaleza nesse lugar. Trouxeram todos esses açúcares a Pernambuco para serem exportados. Aproximadamente meia légua a leste diante da entrada encontra-se a ilha de Santo Aleixo, onde não há água fresca.".

(Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), pg. 78:

"PORTOS DE PERNAMBUCO

... Tem, também, rios próprios para barcos e embarcações pequenas, como o das Jangadas, de Sirinhaém, Formoso, Una, Camaragibe, Santo Antônio Grande, as Alagoas, São Miguel e Rio São Francisco, o qual, apesar de ser um grande rio, não tem barras ou portos capazes. ...

Os rios que regam esta Capitania (em parte acima nomeados), são os seguintes: ...

A 5 milhas daí se encontra o rio Una, demorando entre este e o rio das Pedras a bela baía da Barra Grande, e 2 milhas ao Norte do Una o rio Formoso. Uma milha e meia depois vem o rio Sirinhaém; 2 milhas daí o Marcuípe; ...".

(Dussen, 1640), pg. 140:

"RIOS DE PERNAMBUCO

Além dos que já foram referidos acima, ainda há, na extensão do litoral de Pernambuco, muitos rios navegáveis em ambas as direções para barcos costeiros, a saber: rio das Jangadas a 4 milhas ao Sul do Recife, rio Sirinhaém, ...".

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 182-183:

"O Çerianhaya (Serinhaem) mostra, à direita, os afluentes que não têm nome. Os da esquerda são o Macucaguí, o Camurijimiri, o Tapuruçu (com o sub-afluente direito, o Iaguaré), o Çebiró, com seus tributários, o Arapaayi e, caindo no mar, o Guayaguira. A ilha de Sant'Aleixo fica de permeio ao Çerianhaya e o Guayaguira.".

(Melo, 1931), pg. 222:

"SERINHAEM — (Rio, Mun. e cidade) — "Corr. ciri-nhaem, bacia, vaso dos siris, viveiro dos siris, corr. ciri-nhaein, o siri rumoreja, onde os siris fazem rumor" (Th. S.. 150) — A. C.

Pelo exposto, a grafia preferível é Sirinhaém —M. M.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Çiriânháya". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/%C3%87iri%C3%A2nh%C3%A1ya. Data de acesso: 21 de março de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página