Ações

Aldeia de Santiago

De Atlas Digital da América Lusa

Aldeia de Santiago

Geometria Ponto

Histórico

Denominação Início Término
Aldeia de Santiago
Populacao > Aldeia
1559 1561
por André Soares Anzolin
Este site foi criado em uma Universidade Federal (UnB) e produz conteúdo de qualidade para todos (com a participação de diversos professores de outras instituições federais!).
Valorize esse patrimônio!
Diga não aos cortes!


Fundada em fins de 1559, a povoação de Santiago foi a última das quatro grandes aldeias criadas pelo governador geral Mem de Sá na Bahia.[1]. Localizava-se junto ao Rio Pirajá, a três léguas de distancia da cidade de Salvador. Encontrava-se junto à aldeia de São João e possuía, em 1561, cerca de 4000 índios (a maior parte Tupinambá). Em virtude de uma epidemia de varíola, somente no mês de abril de 1563, os jesuítas realizaram 84 batismos "in extremis" nesta povoação [2]. Com numerosas fugas, a aldeia foi abandonada no ano de 1564.


Referências

  1. LEITE, Serafim. História da Companhia de Jesus no Brasil. Rio de Janeiro: Instituto Nacional do Livro; Lisboa: Portugália, 1938-1950, v.II, p.54,55.
  2. AZPILCUETA NAVARRO, João de; e Outros. Cartas avulsas, 1550-1568. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Ed. da USP, 1988. Carta L, p. 414



Citação deste verbete
Autor do verbete: André Soares Anzolin
Como citar: ANZOLIN, André Soares. "Aldeia de Santiago". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Aldeia_de_Santiago. Data de acesso: 20 de outubro de 2019.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página