Ações

Caranbĩ

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Caranbĩ

Rio afluente m.d. do 'Aràçàjĩ' ou 'Araçaĩ' (Rio Araçagi).


Natureza: rio.


Mapa: PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE.


Capitania: PARAIBA.


Nome atual: Riacho Grande.


Nomes históricos: Caranbĩ (Carambi, Carandi), Karnuhu.

Citações:

(Barléu, 1647):

@ pg. 222:

"Passava de meio dia, quando pararam no curral de Duarte Gomes da Silveira, às margens do Mamanguape. Como não houvesse caminho de lado nenhum por causa dos arvoredos e dos arbustos muito densos, indo à frente roçadores, abriram ativamente passagem para si com machadinhas e foices, afim de que o trabalho e a diligência conduzissem aonde a natureza não permitia. Chegaram depois a uma serra, onde Herckmann, reconfortando a todos das fadigas com uma ceia assaz farta, conciliava os ânimos em seu favor com qualquer liberalidade que fosse. No dia seguinte, continuaram não menos ardorosamente a romper através de bosques e ermos, queixando-se os carreiros de ser levados mais longe. Acalentada com promessas, serenou-lhes a impaciência, até que vencidos, numa extensão de légua e meia, os matos e brenhas, saltaram o rio Carambí (294) e ganharam as planícies de onde se podia avistar a serra de Copaoba. Entretanto, a conselho dos índios, deram pequena volta por causa dos precipícios e acharam um trilho bom para as cavalgaduras e carros. ".

@ NOTAS DO TRADUTOR, Mário G. Ferri, pg. 392:

"(294) No texto latino: "superato flumine Karnuhu", p. 215. É o rio Carambĩ, o qual se vê na carta. ".

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 225:

"O regresso retoma o mesmo piso até o Juruparibacau, onde prolongam as pesquisas na direção do nascente, deparando o leito do Camaratibe (Camaratuba) na parte chamada Tuinandiba. Voltando, Herckmann reatravessa o Arassagi, passando a lagoa Araruqueia (Araruquiá), os rios Çibandi e Carandi, revendo a velha pousada de Duarte Gomes da Silveira em que sesteara na ida, às margens do Mamanguape em sua inflexão para o poente.".

NOTAS:

(1) O mestre Camara Cascudo, na citação acima, inverteu os sentidos de ida e de regresso da entrada de Herckmans: ela percorreu o caminho descrito nessa citação na ida.

(2) No BQPPB a foz do rio 'Caranbĩ' no 'Aráçajĩ' fica entre as barras do 'R. de Canafistola' e a do 'Aráçajĩ', no 'Mongaguaba'.

No presente estudo interpreta-se o BQPPB situando-se a barra do 'Caranbĩ' a montante da barra do 'R. de Canafistola', diferindo da situação desenhada no BQPPB - pode haver erro nesse mapa ou a interpretação adotada precisa ser aperfeiçoada.

(3) No georreferenciamento deste estudo, o rio que é plotado como 'Caranbĩ' adequa-se ao que está como 'Çibànbĩ' no BQPPB. Não foi feito de outra forma que se conformasse à situação mapeada, porque, para tal, a expedição deveria, na ida, ter fletido no rumo norte após o curral de Duarte Gomes, e o caminho desenhado não faz isso - segue rumo nor-noroeste.

(4) Vide: 'Çibànbĩ'.






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Caranbĩ". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Caranb%C4%A9. Data de acesso: 17 de setembro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página