Ações

Heresia

De Atlas Digital da América Lusa

por Manoel Bruno Noguera de Souza
Este site foi criado em uma Universidade Federal (UnB) e produz conteúdo de qualidade para todos (com a participação de diversos professores de outras instituições federais!).
Valorize esse patrimônio!
Diga não aos cortes!


A raiz da palavra “herege” vem do grego “haíresis”, que significa basicamente a ideia de “eleger” ou “escolher”, ou seja, você ,ao escolher seguir uma doutrina religiosa diferente da cristã, está a cometer uma heresia. É válido ressaltar que seguir a fé cristã não é uma opção para ser considerada e eleita através do livre arbítrio, mas sim um caminho já definido que você deve seguir. Porém, ter a consciência dessas leis, da existência dessa fé, e escolher ou eleger a opção de não segui-la será um crime contra a fé. [1][2][3][4][5]


Referências

  1. BETHENCOURT, Francisco. História das Inquisições – Portugal, Espanha e Itália. Lisboa: Círculo de Leitores. 1994.
  2. CALAINHO, Daniela. Agentes da fé: familiares da Inquisição Portuguesa no Brasil Colonial. São Paulo. Edusc. 2006.
  3. EIMERIC, Nicolau; PEÑA, Francisco. Manual dos inquisidores. Rio de Janeiro: Rosa dos tempos, 1993. 253 p.
  4. VAINFAS, Ronaldo. A heresia dos indios: catolicismo e rebeldia no Brasil colonial. 4. ed.
  5. SOUZA, Laura de Mello e. O Diabo e a Terra de Santa Cruz: feitiçaria e religiosidade popular no Brasil colonial. São Paulo: Companhia das Letras, 1986.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Manoel Bruno Noguera de Souza
Como citar: SOUZA, Manoel Bruno Noguera de. "Heresia". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Heresia. Data de acesso: 14 de outubro de 2019.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página