Ações

Iaragoa - aldeia

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Iaragoa

Aldeia de índios (brasilianos), na m.e. do rio 'Iaragoa' (Rio Jaraguá), afluente m.e. do rio 'Potĩjĩ ou Rio grande' (Rio Potengi).


Natureza: aldeia de índios.


Mapa: PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE.


Capitania: RIO GRANDE.


Nomes históricos: Aldeia Iaragoa (Jaraguá, Jaragia; Jagua, Garagua, Jaragoa), Tapiop (TapԐupĭ, Tappúepe, Tatupe), Itaipí (Itaype).


Nome atual: não é mais aldeia de índios.

Possivelmente localizada na zona urbana de São Gonçalo do Amarante-RN.


Etimologia:

Termo de origem tupi, possivelmente equivalente a jaguara, o felino conhecido como onça.

(Margrave, 1648), pg. 235, descreve o felino:

"JAGUARA (termo indígena). Tigre (na nossa língua). Onca (em português). ...".

Citações:

►Mapa RG (IAHGP-Vingboons, 1640), não plota essa aldeia próxima à ilha formada por braços do rio Potengi.

Notas:

  • Historiadores potiguares admitem que ela possa ser a aldeia plotada com símbolo de aldeia, 'A TapԐupĭ', localizada próximo à margem oeste da "Alagoa ∂Ԑ Matu∫ar" (Lagoa de Extremoz).
  • Se isso for verdadeiro, então ela deve ter sido relocada para a posição no BQPPB no espaço de tempo entre os levantamentos desses dois mapas.

►Mapa Y-51 (4.VEL Y, 1643-1649), plotada com o símbolo de aldeia, "A Tappúepe:", na m.e. do rio 'Rº Grande' (Rio Grande-Rio Potengi).

(Medeiros, 1989), pg. 75:

" ALDEIA DE JARAGUÁ - Parece-nos ser a mesma Aldeia de Tatupe, já referida. Segundo informa o mapa de MARCGRAVE, Iaraguá era uma aldeia indígena localizada à beira da Lagoa Upabuna, que despejava para o Potengi. A lagoa de Jacaremirim ficava ao poente da Aldeia. Parece-nos que a Aldeia de Jaraguá corresponde geograficamente à atual localidade de Santo Antônio do Potengi. Em 1645, Jaraguá tinha por capitães Francisco Pelpy e Antônio Pacheco (11).".

Notas:

  • Tatupe equivale à transcrição de 'TapԐupĭ'.
  • A frase "Segundo informa Marcgrave ..." deve ter sofrido algum lapso. Não há Lagoa Upabuna despejando no rio Potengi na proximidade da aldeia 'Iaragoa' no BQPPB.

►Citada como a Aldeia Itaipi pelo Pe. Manoel de Moraes, em 1635, na sua relação de aldeias de brasilianos no Rio Grande informada aos neerlandeses, apud (Vainfas, 2008), pg. 72:

"No Rio Grande, Manoel nomeou as aldeias ... de Itaipí, sete léguas (42 quilômetros) a oeste do forte dos Reis Magos, cujo chefe era o capitão Itaichama.".

►Citada como Aldeia Tapiop por (Dussen, 1640), indicando o nome do seu capitão holandês e sua população masculina:

@ pg. 183, definindo a função do capitão holandês:

"Além do capitão brasiliano, foi posto em cada aldeia um capitão holandês que os regem a eles e aos seus principais; a sua maior atribuição é animá-los para o trabalho e dirigi-los na melhoria das plantações e conceder-lhes permissão para trabalhar para senhores de engenho, verificando que não sejam vítimas de enganos e que o seu trabalho lhes seja pago. ".

@ pg. 184, quanto à população masculina, esclarece:

"... homens, tanto velhos quanto jovens, aptos para a guerra ou inaptos, excluídas as mulheres e crianças, as quais estão em proporção, com relação aos homens, de, no mínimo, 3 para 1. ".

@ pg.185:

"ALDEIAS NO RIO GRANDE

...

Aldeia Tapiop, Capitão Jan Alders ... 51 homens".

►Nótulo, com a Ata e as propostas da Assembléia Indígena, datadas de 30/03/1645, realizadas na Aldeia Tapisserica, com as resoluções do Supremo Conselho, apostiladas em 11/04/1645, in (Souto Maior, 1912):

Essa aldeia, nessa Assembléia, é:

  • citada com os nomes: Jaragia; Jagua, Garagua, Jaragoa, Itaype, e seu capitão é Francisco Peypy;
  • autorizada a fundir-se com as aldeias denominadas Zaragoa, capitão Antonio Pacheco, e Mompebu, capitão Sebastião d'Andrade;
  • jurisdicionada à Câmara do Rio Grande, que congrega as aldeias Orange (Araunu, sede), Pirari, Bopeba (Mompabu) e Jaragoa.
  • relacionada como Itaype, com representação política para a Câmara do Rio Grande, com candidatos indicados e escabinos escolhidos pelo Supremo Conselho.


Notas:

  • A fusão das Aldeias Jaragia, Zaragoa e Mompabu - a fusão indica a concentração da população num só local, no caso, na Aldeia Mompebu, mas com independência do governo.
  • Há, plotadas no BQPPB, duas aldeias muito próximas, na m.e. do 'Potĩjĩ ou Rio grande' (Rio Potengi), a 'Iaragoa' e a 'Apuá', distando menos de 2 Km entre si, que podem ser as Jaragia e Zaragoa citadas. E estão sendo autorizadas a se mudarem, tornando o local onde estão erguidas "Lugar despovoado. Domicilia deserta.", todavia, suas comunidades, seus grupos, sobrevivem mantendo as identidades noutro local, onde se ergue a Aldeia Mompabu. Essa tática de concentração era uma medida de sobrevivência na agonia dessa brava nação. A Paraguassu as havia antecedido em pelo menos uma década na união com a Mompabu.






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Iaragoa - aldeia". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Iaragoa_-_aldeia. Data de acesso: 19 de janeiro de 2020.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página