Ações

Itâpoçirica (aldeia)

De Atlas Digital da América Lusa

(Redirecionado de Itâpoçirica (aldeia de índios))

Coleção Levy Pereira


Itâpoçirica

Aldeia de índios (brasilianos), na Capitania de Itamaracá - Aldeia Itapecirica.


Natureza: aldeia de índios.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: ITÂMARACÂ.


Nomes históricos: Tapisserica; Tapicerica; TapíssԐrica; Tapissirica; Tapesserica; Taperica; Tapecirica; Tapecerica; Tapacerica; Itapecirica, Itapicirica, Itâpoçirica; Itapocirica, Santo André de Itapecerica.


Nome atual: não mais existe como aldeia de índios.

  • Possivelmente situava-se na zona urbana da cidade de Condado-PE.

Citações:

►Mapa IT (IAHGP-Vingboons, 1640), plotada com o símbolo de aldeia, 'TapíssԐrica A', na m.e. de rio sem nome, afluente m.e. do 'R. Carŭ' (atual Rio Acaú).

►Mapa IT (Orazi, 1698), plotada como 'Tapisserica' e símbolo de aldeia, na m.e. do rio 'Guacai' (atual Rio Acaú).

►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, plotada sem símbolo, 'Itapoçirica', na m.e. do 'Guacai'.

►Pe. Manoel de Moraes, 1635, citado em (Vainfas, 2008), informa sobre essa aldeia:

"No caso de Itamaracá, nomeou ... a aldeia de Santo André de Itapecerica, distante nove léguas (54 quilômetros) de Itamaracá, cerca de duas (doze quilômetros) de Goiana, 1200 a 1300 habitantes, mais de quinhentos guerreiros e dois capitães, a saber, Joressi e Melchior Taiasica; ...".

►(Dagelijkse Notulen der Horge Regeering in Brazilie 1635-1654 - Nótulas Diárias do Alto Governo Neerlandês no Brasil - fonte: MONUMMENTA HYGINIA - UFPE - LIBER :

@ Dagelijkse Notule in Volume 5, Período de 4 de janeiro a 28 de dezembro de 1639, citada como aldeia Tapicerica:

"28 de novembro

Hoje o Sargento Jan van Stokken, trouxe 15 soldados brasileiros das aldeias Carresse e Tapicerica, que estavam sob o comando do Capitão André de Sousa, que também tinham sido mandados para Sint Laurens pelo mesmo Sousa. Commis Beck dará a cada, uma camisa e uma calça de linho, e Commis Vinck dará a cada um deles um pão centeio, também as duas mulheres e quatro crianças.".

@ Dagelijkse Notule in Volume 7, Período de 4 de janeiro a 29 de junho de 1641:

"13 de fevereiro ...

Os Predicantes Kesselerius e Planta compareceram em nome do Conselho da igreja perante o conselho, e eles apresentaram o Predicante Kemperus, antigo professor na aldeia Tapisserica, que tinha talento para a proposição (ser proponente). Eles requerem por esta razão que ele possa contratado para a função de proponente e que para isto ele receba um salário. Esta proposta foi aprovada por sua Excelência e os Nobres Senhores.".

"5 de junho ...

Os Predicantes Kesselerius e Ketelius propuseram em nome do Conselho da Igreja durante a reunião, que no dia 15 de fevereiro ultimo o Predicante Kempio, na função de proponente na aldeia Tapissirica, tinha recebido a proposta de 50 florins por mês como salário e um rancho de Tenente, mas, que ele até agora não recebeu o rancho. Assim foi decidido escrever ao Senhor Diretor de Linge, que lhe desse isto.".

(Dussen, 1640), indicando o nome do seu capitão holandês e sua população masculina:

@ pg. 183, definindo a função do capitão holandês:

"Além do capitão brasiliano, foi posto em cada aldeia um capitão holandês que os regem a eles e aos seus principais; a sua maior atribuição é animá-los para o trabalho e dirigi-los na melhoria das plantações e conceder-lhes permissão para trabalhar para senhores de engenho, verificando que não sejam vítimas de enganos e que o seu trabalho lhes seja pago. ".

@ pg. 184, quanto à população masculina, esclarece:

"... homens, tanto velhos quanto jovens, aptos para a guerra ou inaptos, excluídas as mulheres e crianças, as quais estão em proporção, com relação aos homens, de, no mínimo, 3 para 1. ".

@ pg. 185:

"ALDEIAS EM GOIANA

...

Aldeia Tapisserica, Capitão Reynier Meins ... 332 homens".

(Laet, 1644), pg. 916, relatando a ação da coluna do Coronel Artichau (Crestofle d'Artischau Artichewski alias Christoffel Artichewsky) em 20 de agosto de 1636:

"O Coronel tendo posto tudo em ordem em Capibaribe, deixou os índios em Goiana com o conselheiro político Eyssens e partiu no dia 20 (apesar de ser o tempo chuvoso) em direção do inimigo, para sudoeste, e chegou nesse dia, depois de duas léguas de marcha, a Itapecerica. Esta foi a primeira vez que os nossos no Brasil estiveram em uma importante aldeia de índios, na qual costumavam morar mais de 3.000 almas. Achavam-se lá várias casas, quase tão compridas como cordoaria, uma igreja grande e bela, e uma boa casa do lado de Leste, onde moravam dois jesuítas com os seus empregados, estando então tudo vazio; não encontraram inimigo algum e descansaram lá à noite, porque havia boa água e capim para os cavalos; o que faltava dali em diante.".

►Nótulo, com a Ata e as propostas da Assembléia Indígena, datadas de 30/03/1645, realizadas na Aldeia Tapisserica, com as resoluções do Supremo Conselho, apostiladas em 11/04/1645, apud (Souto Maior, 1912):

Essa aldeia, nessa Assembléia, é:

  • Citada com as seguintes grafias: Tapisserica, Tapesserica, Taperica, Tapecirica, Tapecerica;
  • A sede dessa Assembléia;
  • Representada por dois grupos (todavia, há três citações separadas para tenentes e alferes, de Tapesserica, Tapesserica e Taperica) e elege representação de quatro escabinos;
  • Eleita sede da Câmara indígena da Capitania de Goiana (sic), congregando as Aldeias de Tapecerica, Tapucurama, Carace, Miagoay, Urutaquaram, São Miguel e Nassau;
  • Tem seu capitão, Domingos Fernandes Carapoba, eleito Regedor dessa Câmara.

(Pereira da Costa, 1951), Volume 3, ano 1645, pg. 196:

"ABRIL 11 - Sessão do Supremo Conselho do Recife, aprovando ou sancionando as resoluções de uma assembléia de índios que acabava de ter lugar na aldeia de Tapesserica, distrito de Goiana, talvez instalada no dia 30 de março, ... O aldeiamento de Tapacerica, cuja denominação deu origem a do velho engenho Itapacerica, que fica a margem do rio Tracunhãem, na paróquia de N.S. do O' de Goiana, por ser ali situado, e naturalmente escolhido para as reuniões da assembléia, pela sua importância; concorreu com o maior número de representantes, ...".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Itâpoçirica (aldeia)". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/It%C3%A2po%C3%A7irica_(aldeia). Data de acesso: 31 de março de 2020.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página