Ações

Mártirio das Santas Virgens Justa, e Rufina

De Atlas Digital da América Lusa

Abertura3.png
Abertura.png
Abertura4.png


É santo no dia 19 de julho, em Sevilha, Cidade de Espanha.

As quais sendo presas por mandado do Presidente Drogeniáno, vexadas primeiramente com a extenção dos menbros no equúleo, e com a excarnificação de unhas de ferros, depois maltratadas com cárceres, fomes, e outros muitos tormentos, Santa Justa deu a alma a Deus no cárcere, e Santa Rufina, quebrando-lhe o pescoço, acabou a vida na confissão do senhor.