Ações

Meree

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Meree

Rio com dois braços formando duas barras - a sul, em 'Marécaý' (Maracaipe) e a outra, via 'Camboa', no 'Ipoíucâ' (Rio Ipojuca).


Natureza: rio.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: PARANAMBVCA.


Nomes históricos: Meree (Merepes; MarԐppa); Markaÿpa (Marécay); Pin∂oua; Jiqui.

  • Nota: O topônimo deste rio está escrito no BQPPB sobre o desenho representando a área alagada por este rio, dificultando bastante sua leitura - pode haver alguma desconformidade na transcrição desse topônimo.


Nomes atuais:

  • Rio Arimbi, alto curso;
  • Rio Merepe, médio curso (com o braço esquerdo constituindo a 'Camboa' no BQPPB);
  • Riacho Maracaipe, baixo curso, braço direito, com foz no Pontal de Maracaipe, formando o Mangue do Outeiro.

Vide mapa IBGE Geocódigo 2607208 Ipojuca - PE.

Citações:

►Mapa PE-C (IAHGP-Vingboons, 1640):

  • o braço direito do rio, unindo-o ao 'Ipoiucá' (Rio Ipojuca) está plotado como rio, 'R. MarԐppa';
  • o braço esquerdo, na barra no oceano, tem o topônimo Rº. Marcaypa.';
  • o rio propriamente dito está plotado como 'R Pin∂oua' (Rio Pindoba).

►Mapa Y-31 (4.VEL Y, 1643-1649) De Cust van Brazil tusschen Rio St. antonij Mimijn ende Cabo St. aúgústijn, desenhado, 'Rº. Markaÿpa:', com dois braçoes, o esquerdo interligando-o ao 'Rº pasúqúe:', e o direito com barra no oceano, ao norte da 'Pº ∂e sernabÿn:' (Ponta de Serrambi-PE).

►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, desenhado sem braços, 'Mare' (possivelmente, pois está pouco legivel nas imagens que dispomos), com barra no oceano em 'Marécay'.

(Laet, 1637), Interrogação de Bartolomeu Peres, e situação ao redor e perto de Pernambuco, tanto ao sul como ao norte, pg. 129:

"Quatro léguas de Ipojuca ao sul está o rio Marcahipe, onde não há fortaleza; um tiro de mosquete rio adentro os barcos carregam o produto de três engenhos, que se encontram 1 légua terra adentro desse lugar. Na entrada só há 5 a 6 pés de profundidade.".

(Melo, 1931):

@ pg. 210:

"MARACAIPE — (Ponta, riacho e pov. no Mun. de Ipojuca) — "Corr. maracá-y-pe, no rio do maracá ou do chocalho". (Th. S., 139) — A. C.".

@ pg. 211:

"MEREPES — (Riacho afl. do lpojuca) — Corr. de mereb, feridas, sarnas". (Th. S., Ns., Ms.) — A. C.".

@ pg. 218:

"PINDOBA — (Riacho afl. do Ipojuca) — "C. pindob, folha de palmeira, palmeira em geral; nome também da mesma palmeira" (B. C. 337) — A. C.

Para Th. Sampaio, pind-oba, a folha de anzol, aquela cujo talo serve para vara de anzol — M. M.".

@ pg. 207:

"JIQUI — (Riacho, também conhecido pelo nome de Merepes) — Veja-se Jequi — M. M.".

@ pg. 206:

"JEQUI — (...) — I-iké-i, aquilo em que se entra; armadilha para peixe — M. M.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Meree". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Meree. Data de acesso: 19 de março de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página