Ações

Missão em Missão Velha, Missão Nova e Miranda

De Atlas Digital da América Lusa

por Manoel Bruno Noguera de Souza
Este site foi criado em uma Universidade Federal (UnB) e produz conteúdo de qualidade para todos (com a participação de diversos professores de outras instituições federais!).
Valorize esse patrimônio!
Diga não aos cortes!


Em 1610, na trilha de João Correia Arnaud, chegara o Coronel João Mendes Lobato e um filho padre, Antônio Mendes Lobato, com uma força de cem homens. Chegando em Icó e por intermédio dos índios Calabaças, estabeleceu contato com os Cariris. Batizando a uns e outros, o padre Lobato pediu ao Bispo de Pernambuco, D. Estevão Brioso, um missionário e, vindo este, frei Carlos do Convento da Penha e italiano, abriu a missão em Missão Velha e depois em Missão Nova e Miranda, de ponde passou para o Crato.[1]


Referências

  1. GIRÃO, Raimundo. O Bandeirismo Baiano e o Povoamento do Ceará. Instituto do Ceará - Histórico, Geográfico e Antropológico, 1948.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Manoel Bruno Noguera de Souza
Como citar: SOUZA, Manoel Bruno Noguera de. "Missão em Missão Velha, Missão Nova e Miranda". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Miss%C3%A3o_em_Miss%C3%A3o_Velha,_Miss%C3%A3o_Nova_e_Miranda. Data de acesso: 21 de outubro de 2019.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página