Ações

Nhumdiáĩ

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Nhumdiáĩ

Nhumdiai

Rio afluente m.d. do 'Potĩjĩ ou Rio grande' (Rio Potengi).


Natureza: rio.


Mapa: PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE.


Capitania: RIO GRANDE.


Nome atual: Rio Jundiaí.

No alto curso é denominado Rio Grande - vide mapa IBGE Geocódigo 2407104 Macaíba-RN.


Nomes históricos: Nhumdiai (Nhumdiáĩ), MarԐԐs.


Etimologia:

Termo de origem tupi, grafado no mapa de duas maneiras, Nhumdiàĩ e Nhumdiai, combinação de nhumdia, nhamdiá, um peixe, e ĩ, rio.

Citações

►Mapa RG (IAHGP-Vingboons, 1640) #51 CAPITANIA DE RIO GRANDE, plotado como rio, 'Rº. ∂o MarԐԐs' (topônimo de dificil leitura na nossa imagem desse mapa), afluente m.d. do 'Rio Gran∂e'-'Rº. Potozÿ'.

Esse rio está desenhado unindo-se no interior ao 'R. Gojana.' (Rio Trairi), o que hoje sabe-se não ocorrer.

►Mapa Y-51 (4.VEL Y, 1643-1649) De Cust van Brazil tusschen Rio Jan desta en cabo Roques, plotado como rio, sem nome, afluente m.d. do 'Rio Gran∂e'.

►Mapa CE-RG (Orazi, 1698) PROVINCIE DI SEARÁ E RIO GRANDE, plotado como rio, 'Potosÿ'. Nesse mapa o 'Potosÿ' forma, na junção com um rio pela sua m.e., o 'R. Grande'.

Esse mapa tem escala que requer simplificações e parece, nesse caso, apresentar imprecisão. Os demais mapas de Orazi são mais detalhados (têm menor escala) e mais parecidos com suas fontes, entre elas o exemplar da Biblioteca Apostólica Vaticana semelhante ao RG (IAHGP-Vingboons, 1640) #51 CAPITANIA DE RIO GRANDE e o BQPPB. Assim, o 'Potosÿ' é, pelos conhecimentos atuais, o Rio Jundiaí.

O CE-RG parece basear-se no MBU e noutro mapa, até o momento não identificado neste estudo, que dá detalhes do litoral e suas cercanias até a 'PROVINCIA DEL MARAGNONE'.

(Câmara Cascudo, 1968), pg. 98, esclarece:

"JUNDIÁ:- ... De iu-ndi-á, a cabeça armada de barbatanas. Peixe d'água doce, Platystoma spatula (TS).

JUNDIAÍ:- Rio afluente do Potengi, embora mais volumoso. Banha a cidade de Macaíba, reúne-se ao Potengi em Três-Bôcas, desaguando no Atlântico em Natal. De iu-ndi-á-i, o rio dos jundiás.".

(Margrave, 1648), pg.149 descreve o nhamdiá, um peixe "chamado de Bagre de Rio pelos portugueses".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Nhumdiáĩ". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Nhumdi%C3%A1%C4%A9. Data de acesso: 13 de outubro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página