Ações

Nova de Arez

De Atlas Digital da América Lusa

Nova de Arez

Geometria Ponto

Histórico

Denominação Início Término
Aldeia de Guaraíras
Populacao > Aldeia
antes de 1760 1760
Nova de Arez
Populacao > Vila
1760 1808

A Vila Nova de Arez foi a segunda povoação da Capitania do Rio Grande a ser elevada a vila, sendo instalada em 1760 pelo Juiz de Fora de Olinda, Dr. Miguel Carlos Caldeira de Pina Castelo Branco. Calcula-se que as suas origens, enquanto aldeia de Guaraíras, são de 1680.[1] Levantou-se o pelourinho, aclamou-se o rei e realizou-se a eleição para a Câmara, retirando o poder dos jesuítas e transferindo-o ao Diretor, aos camaristas e ao vigário, aprofundando a presença da metrópole na colônia.[2] A primeira menção à Vila Nova de Arez, no Arquivo Histórico Ultramarino, é datada de 1799 e se trata de um requerimento do capitão-mor das Ordenanças dos distritos das vilas de Arês e Vila Flor, André de Albuquerque Maranhão Júnior, ao príncipe regente D. João a respeito do porte de armas de fogo.[3]


Referências

  1. CASCUDO, L. C.. História do Rio Grande do Norte. Rio de Janeiro: Ministério Educação e Cultura, 1955. 524 p.
  2. LOPES, F. M. Em nome da liberdade: as vilas de índios do Rio Grande do Norte sob o diretório pombalino no século XVIII. Tese (Doutorado em História do Norte-Nordeste) - Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal de Pernambuco, Recife. 2005. 699 f.
  3. AHU-D.506.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Vinicius Maluly
Como citar: MALULY, Vinicius. "Nova de Arez". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Nova_de_Arez. Data de acesso: 15 de dezembro de 2018.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página