Ações

Prado

De Atlas Digital da América Lusa

Prado

Geometria Ponto

Histórico

Denominação Início Término
Vila de Prado
Populacao > Vila
1764 1808
Fonte:AHU_CARTm_005, D. 985.

A localidade denominada Prado, foi elevada à categoria de vila em 1755 por Ordem Régia[1], porém sua instalação e fundação ocorreu apenas no dia 12 de dezembro de 1764. A formação da primitiva povoação foi iniciada por vadios índios e brancos pobres dos arredores de outras vilas, como Porto Seguro, Caravelas e Trancoso. A população da nova vila, na época, deveria ser de no mínimo de 150 habitantes, para assim garantir o status de vila.[2]

A composição mista da nova vila (índios, brancos, mestiços), principalmente pelo índio "domesticado", garantiu a fundação e construção de novo ambiente que poderia gerar melhores condições de vida em uma sociedade colonial.[3]

Ao analisar a documentação a respeito da localidade[4], foi visível a função político-militar esperada por parte da Vila de Prado. Seu dever era servir de obstáculo/barreira contra a presença indesejada de povos indígenas não "domesticados" dos sertões do Monte Pascoal, impedindo incômodos nas estradas de integração comercial entre Rio de Janeiro e a Capitania de Porto Seguro. Contudo, tal função bélica não deveria impedir o desenvolvimento do desempenho econômico local.[5]


Referências

  1. PINTO, Alfredo Moreira. Apontamentos para o diccionario geographico do brasil. Rio de janeiro: Impr Nacional, 1894. 3 v
  2. CANCELA, Francisco . O caso da Vila do Prado: uma barreira para os perigos do sertão ou um território de ressocialização?. In: Sertões: espaço, tempo, movimento, 2006, Recife. Anais Eletrônicos, 2006. v. v. 1. p. 17-35
  3. CANCELA, Francisco . O caso da Vila do Prado: uma barreira para os perigos do sertão ou um território de ressocialização?. In: Sertões: espaço, tempo, movimento, 2006, Recife. Anais Eletrônicos, 2006. v. v. 1. p. 17-35
  4. AHU_CARTm_005, D. 985 ; RELAÇÃO, op. cit., BNRJ – Seção de Manuscritos, I – 5, 2 , 29 nº. 11. ; RELAÇÃO, op. cit., AHU_ACL_CU_005-01, Cx. 34, D. 6430.
  5. CANCELA, Francisco . O caso da Vila do Prado: uma barreira para os perigos do sertão ou um território de ressocialização?. In: Sertões: espaço, tempo, movimento, 2006, Recife. Anais Eletrônicos, 2006. v. v. 1. p. 17-35



Citação deste verbete
Autor do verbete: Manoel Rendeiro
Como citar: RENDEIRO, Manoel. "Prado". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Prado. Data de acesso: 15 de dezembro de 2018.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página