Ações

R. Perpuera

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira

R. Perpuera

Rio com barra no Oceano, entre 'R. Scorgoriba' (Rio Jaguaribe) e 'P.ª de Peua' (Ponta de Caponga).


Natureza: rio.


Mapa: MARITIMA BRASILIÆ UNIVERSÆ.


Capitania: Siara.


Nomes históricos: R. Perpuara; R. Paripuera; R. ParpuԐra; Parpúera; Prepueira; Pariporie.


Nome atual: Rio Pìrangi.

  • Na região há os seguintes topônimos: Ponta da Paripuera, Lagoa da Paripueira e o povoado Paripueira.
  • Vide Mapa IBGE Geocódigo 2302206 Beberibe-CE.


Citações:

►Mapa RG-N (Albernaz, 1626/1627), plotado como rio, 'R. Paripuera', entre o 'Forte de Saõ Lourenço' e 'Vberanduba' (Rio Sanharão - Corrego Boa Vista, nascendo na lagoa da Tabuba?).


►Mapa CE (IAHGP-Vingboons, 1640) #53 CAPITANIA DO ZIERA, plotado ,'R. ParpuԐra', entre 'Rº. ScorgoribԐ' (Rio Jaguaribe) e 'Pª. ∂Ԑ Poua' (ponta de Caponga).


►Mapa Y-59 (4.VEL Y, 1643-1649), plotada como rio, 'Parpúera:', entre 'Rº: Schopgariba:' (Rio Jaguaribe) e 'Pº: ∂e Púa:' (Ponta da Caponga).


►(CARTA DA CAPITANIA DO CEARÁ LEVANTADA POR ORDEM DO GOVERNADOR MANOEL IGNACIO DE SAMPAIO, Por seu Ajudante de Ordens Antonio Joze da Silva Paulete - 1818), plota 'Prepueira', 'R. Pirangi' e 'B. do Pirangi'.


►(Carta Chrorographica da Provincia do Ceará, organisada pelo Dr. Pº. Theberge, 1861), plotado, 'Rº Pirangi', e povoação 'Paripoeira'.


(Laet, 1637), Descrição da costa do noroeste de Brasil entre Pernambuco e Rio Camocipe, do Relatório dos brasilianos, pg. 142, cita-o como Pariporie:

"Seis léguas além, está o rio Jaguari (3), com pouca água fresca.

Meia légua além, há um riacho chamado Pariporie.

Uma légua além, há um riacho chamado Guatapugug.

Nesses três lugares acima mencionados, vivem brasilianos chamados japouahus, inimigos dos portugueses e dos tapuias.

...

(3) No manuscrito: Yuguarich.".


(Beck, 1649), pg. 342, relata que a frota abrigou-se em 1649 em Paripueira:

"A 1º de Abril, pelo quarto d'alva, achando os pilotos fundo em 10 braças, amarramo-nos, outra vez um pouco; ao amanhecer lobrigamos, a bombordo, terra alta e montanhosa, e por volta de 10 horas, segundo cálculo, passamos por Ipanemú. Ao meio-dia a altura era de 4º 50'; calculou-se que ao anoitecer havíamos passado o rio de Jagoaribe. Todas estas 24 horas tivemos bom tempo, graças a Deus, Às 7 horas da noite lançamos ferro diante de Paripueira, com receio de que, estando o vento fresco, passássemos alem do Siara. Nesta noite, tanto o Vlissinge como o Sinegael, perderam âncoras, conforme de passagem nos disseram a 2 deste.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "R. Perpuera". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/R._Perpuera. Data de acesso: 18 de setembro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página