Ações

Trancoso

De Atlas Digital da América Lusa

Trancoso

Geometria Ponto

Histórico

Denominação Início Término
Aldeamento de São João
Populacao > Aldeamento
1586 1758
Trancoso
Populacao > Vila
1759 1808

A localidade de Trancoso foi elevada à categoria de vila em 15 de março de 1759, por implementação do alvará de 8 de maio de 1758. Primordialmente foi um aldeamento criado em 1586, conhecido por nome de São João, administrado pelos padres jesuítas. Sua elevação à vila estava inserida no contexto da política indigenista de integração dos nativos na sociedade colonial. Além de fazer parte do plano de integração comercial, entre Porto Seguro e Rio de Janeiro, política da Ouvidoria da Capitania de Porto Seguro.[1] Foi elevado por Ordem Régia de 5 de janeiro de 1759 e instalada, no mesmo ano, a 19 de fevereiro pelo capitão-mor de Porto Seguro, Antônio da Costa Souza e pelo ouvidor Manoel da Cruz Freire. Teve sua freguesia fundada pelo alvará de 1795.[2]


Referências

  1. CANCELA, Francisco. De projeto a processo colonial: índios, colonos e autoridades régias na colonização reformista da antiga capitania de Porto Seguro (1763 - 1808). Tese. Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2011.
  2. PINTO, Alfredo Moreira. Apontamentos para o diccionario geographico do brasil. Rio de janeiro: Impr Nacional, 1899. 3 v. p.649-650.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Manoel Rendeiro
Como citar: RENDEIRO, Manoel. "Trancoso". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Trancoso. Data de acesso: 19 de dezembro de 2018.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página