Bertha Lutz - temas

Anything in here will be replaced on browsers that support the canvas element

A nacionalidade da mulher casada: uma tese

Em maio 1933, Bertha se formou em Direito pela Faculdade do Rio de Janeiro, posteriormente incorporada à atual Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Bertha formou-se em Direito em 15 de maio de 1933 [Origem: Museu Nacional/Projeto Semear]

Bertha formou-se em Direito em 15 de maio de 1933
[Origem: Museu Nacional/Projeto Semear]

Carteira de funcionária pública, 1928 [Origem: Museu Nacional/Projeto Semear]

Carteira de funcionária pública, 1928
[Origem: Museu Nacional/Projeto Semear]


Após se formar, ela concorreu à posição de docente da Faculdade de Direito de Niterói defendendo uma tese sobre a perda do direito de cidadania que a mulher experimentava ao se casar com um estrangeiro.

Em dezembro do mesmo ano, Lutz voltou ao assunto durante a Conferência Interamericana de Montevidéo, para a qual ela foi designada consultora da delegação brasileira.

Realização:
unb


Apoio:
cnpq