Ações

Barbacena

De Atlas Digital da América Lusa

(Diferença entre revisões)
(Criou página com '{{Verbete|nome=Mariana|sobrenome=Barcelos|verbete=Criada em 1791, a ''Vila de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena'' permaneceu com a mesma configuração territorial até o ...')
 
m (Tiagogil moveu página Vila de Barbacena para Barbacena)
 

Edição atual tal como 14h15min de 12 de abril de 2016

por Mariana Barcelos
Este site foi criado em uma Universidade Federal (UnB) e produz conteúdo de qualidade para todos (com a participação de diversos professores de outras instituições federais!).
Valorize esse patrimônio!
Diga não aos cortes!


Criada em 1791, a Vila de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena permaneceu com a mesma configuração territorial até o fim do período colonial. Antes de ser elevada a vila, o arraial se chamava Arraial da Igreja Nova. Segundo Waldemar de Almeida Barbosa[1], os primeiros povoadores chegaram à região no final dos Seiscentos em busca da nascente do Rio das Mortes e encontraram um vale ao qual denominaram Ribeirão de Alberto Dias. A ocupação da região intensificou-se no início do século XVIII com a construção do Caminho Novo para o Rio de Janeiro. Em 1748, a igreja matriz ficou pronta no alto de um morro. A população do povoado requereu à Coroa lusa autorização para formação de um arraial em volta da igreja. O local se chamava Campolide. O Estado Português concedeu a autorização, porém, o comerciante Estevão dos Reis conseguiu autorização junto ao governador da capitania, Gomes Freire de Andrada, para que tivesse monopólio dos imóveis comerciais no novo arraial. A população não concordou com a medida e recorreu à Coroa. Em 1753 a Coroa acabou com o privilégio de Estevão dos Reis e o novo arraial foi formado[2]. Na década de 1780, os moradores do Arraial da Igreja Nova fizeram nova solicitação ao Estado Português, pedindo que o arraial fosse elevado a categoria de vila. No ano de 1791, a Coroa elevou o arraial a vila com o nome de Vila de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena[3].


Palavras-Chave: Caminho Novo, Campolide, Arraial da Igreja Nova, Vila de Nossa Senhora da Piedade de Barbacena, Rio das Mortes, Ribeirão de Alberto Dias.


[editar] Referências

  1. BARBOSA, Waldemar de Almeida. Dicionário histórico e geográfico de Minas Gerais. 2. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1995, p.42-43.
  2. BARBOSA, Waldemar de Almeida. Dicionário histórico e geográfico de Minas Gerais. 2. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1995, p.42-43.
  3. BARBOSA, Waldemar de Almeida. Dicionário histórico e geográfico de Minas Gerais. 2. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1995, p.42-43.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Mariana Barcelos
Como citar: BARCELOS, Mariana. "Barbacena". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Barbacena. Data de acesso: 22 de janeiro de 2020.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página