Ações

Caarecé

De Atlas Digital da América Lusa

(Diferença entre revisões)
m (Substituindo texto 'Coleção Levy Pereira' por 'Coleção Levy Pereira')
Linha 3: Linha 3:
  
  
Caarecé
+
'''Caarecé'''
  
Coorecé
+
'''Coorecé'''
  
  
Linha 12: Linha 12:
  
  
 
+
'''Mapa:''' [[PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ]]
'''Mapa:''' [[PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ]] PARS BOREALIS, una cum [[PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ]]
+
  
 
[[PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE]]
 
[[PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE]]
 
  
  
Linha 22: Linha 20:
  
 
Aldeia de índios (brasilianos) no planalto ao norte do rio "Capiĩbárimirĩ" (Rio Capibaribe Mirim), na Capitania de Itamaraca.
 
Aldeia de índios (brasilianos) no planalto ao norte do rio "Capiĩbárimirĩ" (Rio Capibaribe Mirim), na Capitania de Itamaraca.
 
  
  
 
'''Nomes históricos:''' Caarecé (Coorecé; Carasse; Caraße; Cariçé; Carassĭ; Carresse); São João de Caarese (Carrese).
 
'''Nomes históricos:''' Caarecé (Coorecé; Carasse; Caraße; Cariçé; Carassĭ; Carresse); São João de Caarese (Carrese).
 
  
  
Linha 33: Linha 29:
 
A região tem o nome de ALDEIA VELHA - vide mapa [[IBGE]] Geocódigo 2606200 - GOIANA - PE.
 
A região tem o nome de ALDEIA VELHA - vide mapa [[IBGE]] Geocódigo 2606200 - GOIANA - PE.
  
 
+
''Nota:'' há uma localidade chamada Caricé a leste desta posição, na margem direita do rio "Ponhangĩá" ( Rio Gangorra), mas o posicionamento da aldeia plotada por Margrave fica na margem esquerda desse rio.
 
+
'''Nota:''' há uma localidade chamada Caricé a leste desta posição, na margem direita do rio "Ponhangĩá" ( Rio Gangorra), mas o posicionamento da aldeia plotada por Margrave fica na margem esquerda desse rio.
+
  
 
====Citações====
 
====Citações====
  
►Mapa IT (IAHGP-Vingboons, 1640), plotada com o símbolo de aldeia, "A. Carassĭ".
+
►Mapa IT [[(IAHGP-Vingboons, 1640)]], plotada com o símbolo de aldeia, "A. Carassĭ".
  
►Mapa IT ([[Orazi]], 1698), plotada como "Caraße" e símbolo de aldeia.
+
►Mapa IT [[(Orazi, 1698)]], plotada como "Caraße" e símbolo de aldeia.
  
►Pe. Manoel de Moraes, 1635, citado em (Vainfas, 2008), pg. 73, informa sobre essa aldeia:
+
►Pe. Manoel de Moraes, 1635, citado em [[(Vainfas, 2008)]], pg. 73, informa sobre essa aldeia:
  
 
"No caso de Itamaracá, nomeou a aldeia de São João de Carrese, a onze léguas de Itamaracá (66 quilômetros) e a duas (doze quilômetros) de Goiana, chefiada por Guatasar de Souza, que contava com seiscentos habitantes, dos quais duzentos guerreiros; ...".
 
"No caso de Itamaracá, nomeou a aldeia de São João de Carrese, a onze léguas de Itamaracá (66 quilômetros) e a duas (doze quilômetros) de Goiana, chefiada por Guatasar de Souza, que contava com seiscentos habitantes, dos quais duzentos guerreiros; ...".
  
►(Dagelijkse Notulen der Horge Regeering in Brazilie 1635-1654 - Nótulas Diárias do Alto Governo Neerlandês no Brasil - fonte: UFPE - LIBER - Monumenta Hygina):
+
►(Dagelijkse Notulen der Horge Regeering in Brazilie 1635-1654 - Nótulas Diárias do Alto Governo Neerlandês no Brasil - fonte: UFPE - LIBER - Monumenta Hygina) [http://www.liber.ufpe.br/hyginia/index.jsp] :
  
 
@ Dagelijkse Notule in Volume 5, Período de 4 de janeiro a 28 de dezembro de 1639, citada como aldeia Carresse:
 
@ Dagelijkse Notule in Volume 5, Período de 4 de janeiro a 28 de dezembro de 1639, citada como aldeia Carresse:
Linha 63: Linha 57:
 
Também foi decidido durante a reunião da Classis e aprovado pelos Nobres Senhores que Dionísio de Biscarreta, professor da escola na aldeia Carasse, receberá um rancho de Tenente por causa de sua numerosa família, o que até o presente momento ainda não tinha recebido.".
 
Também foi decidido durante a reunião da Classis e aprovado pelos Nobres Senhores que Dionísio de Biscarreta, professor da escola na aldeia Carasse, receberá um rancho de Tenente por causa de sua numerosa família, o que até o presente momento ainda não tinha recebido.".
  
►(Dussen, 1640), indicando o nome do seu capitão holandês e sua população masculina.
+
[[(Dussen, 1640)]], indicando o nome do seu capitão holandês e sua população masculina.
  
 
- pg. 183, explicitando a função do capitão holandes:
 
- pg. 183, explicitando a função do capitão holandes:
Linha 83: Linha 77:
 
...".
 
...".
  
►Nótulo, com a Ata e as propostas da Assembléia Indígena, datadas de 30/03/1645, realizadas na Aldeia Tapisserica, com as resoluções do Supremo Conselho, apostiladas em 11/04/1645, in (Souto Maior, 1912):  
+
►Nótulo, com a Ata e as propostas da Assembléia Indígena, datadas de 30/03/1645, realizadas na Aldeia Tapisserica, com as resoluções do Supremo Conselho, apostiladas em 11/04/1645, in [[(Souto Maior, 1912)]]:  
  
 
Essa aldeia, nessa Assembéia, é:
 
Essa aldeia, nessa Assembéia, é:
Linha 93: Linha 87:
 
- representada por um grupo e elege uma dupla de escabinos.
 
- representada por um grupo e elege uma dupla de escabinos.
  
►(Southey, 1810), Notas - de C. Fernandes Pinheiro, Brasil Bandecchi e Leonardo Arroyo - do capítulo IV, pg. 207:
+
[[(Southey, 1810)]], Notas - de C. Fernandes Pinheiro, Brasil Bandecchi e Leonardo Arroyo - do capítulo IV, pg. 207:
  
 
"45  S. João de Caarese, a cêrca de onze léguas de Itamaracá e duas de Goiana; seiscentos habitantes, entre os quais duzentos guerreiros; ...".
 
"45  S. João de Caarese, a cêrca de onze léguas de Itamaracá e duas de Goiana; seiscentos habitantes, entre os quais duzentos guerreiros; ...".

Edição de 12h27min de 17 de dezembro de 2014

Coleção Levy Pereira


Caarecé

Coorecé


Natureza: aldeia de índios


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ

PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE


Capitania: ITÂMARACÂ

Aldeia de índios (brasilianos) no planalto ao norte do rio "Capiĩbárimirĩ" (Rio Capibaribe Mirim), na Capitania de Itamaraca.


Nomes históricos: Caarecé (Coorecé; Carasse; Caraße; Cariçé; Carassĭ; Carresse); São João de Caarese (Carrese).


Nome atual: não é mais aldeia de índios.

A região tem o nome de ALDEIA VELHA - vide mapa IBGE Geocódigo 2606200 - GOIANA - PE.

Nota: há uma localidade chamada Caricé a leste desta posição, na margem direita do rio "Ponhangĩá" ( Rio Gangorra), mas o posicionamento da aldeia plotada por Margrave fica na margem esquerda desse rio.

Citações

►Mapa IT (IAHGP-Vingboons, 1640), plotada com o símbolo de aldeia, "A. Carassĭ".

►Mapa IT (Orazi, 1698), plotada como "Caraße" e símbolo de aldeia.

►Pe. Manoel de Moraes, 1635, citado em (Vainfas, 2008), pg. 73, informa sobre essa aldeia:

"No caso de Itamaracá, nomeou a aldeia de São João de Carrese, a onze léguas de Itamaracá (66 quilômetros) e a duas (doze quilômetros) de Goiana, chefiada por Guatasar de Souza, que contava com seiscentos habitantes, dos quais duzentos guerreiros; ...".

►(Dagelijkse Notulen der Horge Regeering in Brazilie 1635-1654 - Nótulas Diárias do Alto Governo Neerlandês no Brasil - fonte: UFPE - LIBER - Monumenta Hygina) [1] :

@ Dagelijkse Notule in Volume 5, Período de 4 de janeiro a 28 de dezembro de 1639, citada como aldeia Carresse:

"28 de novembro

Hoje o Sargento Jan van Stokken, trouxe 15 soldados brasileiros das aldeias Carresse e Tapicerica, que estavam sob o comando do Capitão André de Sousa, que também tinham sido mandados para Sint Laurens pelo mesmo Sousa. Commis Beck dará a cada, uma camisa e uma calça de linho, e Commis Vinck dará a cada um deles um pão centeio, também as duas mulheres e quatro crianças.".

@ Dagelijkse Notule in Volume 7, Período de 4 de janeiro a 29 de junho de 1641, citada como aldeia Carasse:

"5 de junho ...

Os Predicantes Kesselerius e Ketelius propuseram em nome do Conselho da Igreja durante a reunião, que ...

Também foi decidido durante a reunião da Classis e aprovado pelos Nobres Senhores que Dionísio de Biscarreta, professor da escola na aldeia Carasse, receberá um rancho de Tenente por causa de sua numerosa família, o que até o presente momento ainda não tinha recebido.".

(Dussen, 1640), indicando o nome do seu capitão holandês e sua população masculina.

- pg. 183, explicitando a função do capitão holandes:

"Além do capitão brasiliano, foi posto em cada aldeia um capitão holandês que os regem a eles e aos seus principais; a sua maior atribuição é animá-los para o trabalho e dirigi-los na melhoria das plantações e conceder-lhes permissão para trabalhar para senhores de engenho, verificando que não sejam vítimas de enganos e que o seu trabalho lhes seja pago. ".

- pg. 184 , quanto à pópulação masculina, esclarece

"... homens, tanto velhos quanto jovens, aptos para a guerra ou inaptos, excluídas as mulheres e crianças, as quais estão em proporção, com relação aos homens, de, no mínimo, 3 para 1. ".

- pg.185:

"ALDEIAS EM GOIANA

...

Aldeia Carasse, Capitão Florins Simonsz ... 215 homens.

...".

►Nótulo, com a Ata e as propostas da Assembléia Indígena, datadas de 30/03/1645, realizadas na Aldeia Tapisserica, com as resoluções do Supremo Conselho, apostiladas em 11/04/1645, in (Souto Maior, 1912):

Essa aldeia, nessa Assembéia, é:

- citada como Carace;

- filia-se à Cãmara de Goiana;

- representada por um grupo e elege uma dupla de escabinos.

(Southey, 1810), Notas - de C. Fernandes Pinheiro, Brasil Bandecchi e Leonardo Arroyo - do capítulo IV, pg. 207:

"45 S. João de Caarese, a cêrca de onze léguas de Itamaracá e duas de Goiana; seiscentos habitantes, entre os quais duzentos guerreiros; ...".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Caarecé". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Caarec%C3%A9. Data de acesso: 5 de dezembro de 2020.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página