Ações

Curioso e curiosos na obra "Tratado do modo o mais facil, e o mais exacto de fazer as cartas geograficas"

De Atlas Digital da América Lusa

(Diferença entre revisões)
 
Linha 1: Linha 1:
Na obra de [[Manuel de Azevedo Fortes]], "Tratado do modo o mais facil, e o mais exacto de fazer as cartas geograficas..." as expressões "curioso" e "curiosos" são frequentes e costumam indicar INTERESSE, mais do que a mera curiosidade. Em algumas partes, Fortes nos fala de "engenheiros curiosos" que procuram inovar ou resolver problemas de forma ativa. A palavra curioso, no [[dicionário Bluteau]] aparece explicada como ''amigo de saber couzas que lhe não importão'', além de afirmar que os ''curiosos são grandes perguntadores, como o mestre delles o demonio''. Fortes, contudo, parecer fazer um uso diferente.
+
{{Verbete
 
+
|nome=Tiago
{{Citar|nome=Tiago|sobrenome=Gil}}
+
|sobrenome=Gil
 +
|verbete=Na obra de [[Manuel de Azevedo Fortes]], "Tratado do modo o mais facil, e o mais exacto de fazer as cartas geograficas..." as expressões "curioso" e "curiosos" são frequentes e costumam indicar INTERESSE, mais do que a mera curiosidade. Em algumas partes, Fortes nos fala de "engenheiros curiosos" que procuram inovar ou resolver problemas de forma ativa. A palavra curioso, no [[dicionário Bluteau]] aparece explicada como ''amigo de saber couzas que lhe não importão'', além de afirmar que os ''curiosos são grandes perguntadores, como o mestre delles o demonio''. Fortes, contudo, parecer fazer um uso diferente.
 +
}}

Edição atual tal como 06h49min de 5 de dezembro de 2014

por Tiago Gil


Na obra de Manuel de Azevedo Fortes, "Tratado do modo o mais facil, e o mais exacto de fazer as cartas geograficas..." as expressões "curioso" e "curiosos" são frequentes e costumam indicar INTERESSE, mais do que a mera curiosidade. Em algumas partes, Fortes nos fala de "engenheiros curiosos" que procuram inovar ou resolver problemas de forma ativa. A palavra curioso, no dicionário Bluteau aparece explicada como amigo de saber couzas que lhe não importão, além de afirmar que os curiosos são grandes perguntadores, como o mestre delles o demonio. Fortes, contudo, parecer fazer um uso diferente.


[editar] Referências




Citação deste verbete
Autor do verbete: Tiago Gil
Como citar: GIL, Tiago. "Curioso e curiosos na obra "Tratado do modo o mais facil, e o mais exacto de fazer as cartas geograficas"". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Curioso_e_curiosos_na_obra_%22Tratado_do_modo_o_mais_facil,_e_o_mais_exacto_de_fazer_as_cartas_geograficas%22. Data de acesso: 21 de outubro de 2020.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página