Ações

Espírito Santo de Nova Abrantes

De Atlas Digital da América Lusa

(Diferença entre revisões)
(Criou página com '{{Verbete|nome=Manoel|sobrenome=Rendeiro|verbete=A localidade de Espírito Santo de Nova Abrantes, foi elevada à categoria de vila em 27 de setembro de 1758, por Provis...')
 
 
(4 edições intermediárias de um usuário não apresentadas)
Linha 1: Linha 1:
{{Verbete|nome=Manoel|sobrenome=Rendeiro|verbete=A localidade de [[Espírito Santo de Nova Abrantes]], foi elevada à categoria de vila  em 27 de setembro de 1758, por Provisão Régia, entretanto sua instalação ocorreu em 8 de outubro do mesmo ano.<ref>PINTO, Alfredo Moreira. Apontamentos para o diccionario geographico do brasil. Rio de janeiro: Impr Nacional, 1894. 3 v</ref>}}
+
{{Verbete|nome=Manoel|sobrenome=Rendeiro|verbete=A localidade de [[Espírito Santo de Nova Abrantes]], foi elevada à categoria de vila  em 27 de setembro de 1758, por Provisão Régia, entretanto sua instalação ocorreu em 8 de outubro do mesmo ano.<ref>PINTO, Alfredo Moreira. Apontamentos para o diccionario geographico do brasil. Rio de janeiro: Impr Nacional, 1894. 3 v</ref> A mesma localidade foi marcada pela produção de algodão e mamona durante o século XVIII <ref>[[Barros, Francisco Borges de. Diccionario geografico e historico da bahia. Salvador: Impr Of Estado, 1923.]]</ref>}}
[[Category:População e Território ]]
+
 
[[Category:Bahia ]]
+
[[Category:População e Território]]
 +
[[Category:Capitania da Bahia de Todos os Santos]]
 +
[[Category:Cidades e vilas]]
 
[[Category:Estado do Brasil]]
 
[[Category:Estado do Brasil]]

Edição atual tal como 18h00min de 10 de maio de 2016

por Manoel Rendeiro


A localidade de Espírito Santo de Nova Abrantes, foi elevada à categoria de vila em 27 de setembro de 1758, por Provisão Régia, entretanto sua instalação ocorreu em 8 de outubro do mesmo ano.[1] A mesma localidade foi marcada pela produção de algodão e mamona durante o século XVIII [2]


[editar] Referências

  1. PINTO, Alfredo Moreira. Apontamentos para o diccionario geographico do brasil. Rio de janeiro: Impr Nacional, 1894. 3 v
  2. Barros, Francisco Borges de. Diccionario geografico e historico da bahia. Salvador: Impr Of Estado, 1923.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Manoel Rendeiro
Como citar: RENDEIRO, Manoel. "Espírito Santo de Nova Abrantes". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Esp%C3%ADrito_Santo_de_Nova_Abrantes. Data de acesso: 5 de julho de 2020.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página