Ações

MulinƐta (Engenho de roda d'água)

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


MulinƐta

Engenho de roda d'água com igreja, na m.e. do 'Pirápáma' (Rio Pirapama).


Natureza: Engenho de roda d'água com igreja.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: PARANAMBVCA.


Jurisdição: Cidade de Olinda, Freguesia do Cabo de Santo Agostinho.


Nomes históricos: Santa Luzia (Santa Lúcia); Cabral (Cabrall); Mulineta (MulinƐta; Mulincta; Molinote); São José.


Nome atual: possivelmente conhecido como Engenho Sacambu, que hoje está submerso pelas águas da Barragem de Pirapama - vide mapa IBGE Geocódigo 2602902 - Cabo de Santo Agostinho-PE.


Citações:

►Mapa PE-C (IAHGP-Vingboons, 1640) #40 CAPITANIA DE PHARNAMBOCQVE, plotado como engenho, 'Ԑ: Cabrall', na m.e. do 'R. Piripama' (Rio Pirapama).


►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, plotado, 'Mulincta', na m.e. do 'Pirapáma' - 'Piraparma' (Rio Pirapama).


(Schott, 1636), pg. 58:

"Engenhos do Cabo

8 - Engenho São José, de Julião Paes de Altro, fugido com Albuquerque. Situado uma pequena milha ao oeste do referido engenho Marapatigipi. Mói com bois e tem apenas uma moenda; a casa de purgar e a casa das caldeiras têm paredes de taipa e o telhado é muito velho; tem cerca de meia milha de terra, consistindo na maior parte de montes nos quais está a maior parte dos canaviais; pode anualmente produzir 1.000 a 1.500 arrobas de açúcar e paga como recognição 1 e 1/2 por cento. Na casa das caldeiras foram encontradas 2' caldeiras grandes e 3 tachos, um velho negro com uma negra. ".


(Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), pg.84:

"Cidade de Olinda

Freguesia do cabo Santo Agostinho

13. Engenho Santa Luzia. Pertenceu a Julião Paes d'Altro, que morreu entre o inimigo. Este engenho foi vendido a seu filho João Paes; é de bois e mói. ".


(Dussen, 1640), pg. 143:

"ENGENHOS DE PERNAMBUCO

Na freguesia de Santo Antônio do Cabo.

15) Engenho Santa Luzia, pertencente a João Pais Cabral, é engenho de bois e mói. São lavradores:

Francisco Furtado 20 tarefas

Antônio Gonçalves 20

____________

40 tarefas".


(Bullestrat, 1642), pg. 150:

"Com João Paes Cabral falei da mesma maneira que com os antecedentes; disse que nesta safra nada podia pagar pois que lhe tinham morrido negros avaliados em mais de 18.000 florins, pelo que ele não podia moer. Prometeu, depois de ser exortado, cumprir o seu compromisso (10). ".


(Gonsalves de Mello, 1985), pg. 191:

"(10) Senhor do Engenho Santa Luzia, no Cabo, que pertencera ao pai, Julião Paes Daltro, falecido na Bahia: "Breve Discurso" (1638) e Relatório Van der Dussen (1639) no vol. I desta série. Em 1641 grassou a bexiga entre negros e ameríndios: ver notas (15) e (37) ao relatório de Hamel, Bul1estrate e Bas (1646) neste volume e fontes aí citadas. ".


(Pereira da Costa, 1903), Volume 7, Ano 1812, pg. 326, cita-o como Santa Lúcia:

"Pelos outros concessionários de terras foram também, contemporaneamente, construídos vários engenhos, cujo número atingia a dezesseis em 1630, e assim relacionados em documentos coevos: Engenho Santa Lúcia; Utinga, sob a invocação de S. Francisco; Maratapagipe, sob a de S. Marcos; um que pertenceu a João Rodrigues Caminha; Pirapama, sob a invocação de Santa Apolônia; Novo, de S. Miguel; Garapu, do Espírito Santo; Algodoais, de S. Francisco, Jurissaca, de S. João Batista; Nossa Senhora da Conceição; Velho, da Madre de Deus; Guerra; S. João; S. Braz; Nossa Senhora das Candeias; e Bom Jesus. ".


(Cabral de Mello, 2012):

@ pg. 100, Os engenhos de açúcar do Brasil Holandês, I - Capitania de Pernambuco, Cabo:

«1) SANTA LUZIA. Schott designa-o por São José. Sito na margem esquerda do Ipojuca. Engenho de bois. Pagava 1,5% de pensão. Em 1623, pertencia a Julião Pais d'Altro e produzia 3410 arrobas. Quando da ocupação holandesa, Julião Pais retirou-se, falecendo pouco depois na Bahia. Em 1636, tinha "apenas" uma moenda; a casa de purgar e a casa das caldeiras têm paredes de taipa e o telhado é muito velho; tem cerca de meia milha de terra, consistindo na maior parte de montes, nos quais está a maior parte dos canaviais; pode anualmente produzir mil a 1,5 mil arrobas de açúcar. "Na casa das caldeiras foram encontradas duas caldeiras grandes e três tachos, um velho negro com uma negra". Confiscado e revendido ao filho do antigo dono, João Pais Cabral, que retornara a Pernambuco depois de haver se retirado na companhia do tio Cristóvão Pais d’Altro. Moía em 1637 e 1639 com dois partidos de lavradores, no total de quarenta tarefas (1,4 mil arrobas), sem partido da fazenda. Em 1642, instado a satisfazer sua dívida à WIC, João Pais Cabral respondeu que "nesta safra nada podia pagar pois que lhe tinham morrido negros avaliados em mais de 18 mil florins, pelo que ele não podia moer. Prometeu, depois de ser exortado, cumprir o seu compromisso". João Pais Cabral aderiu à insurreição de 1645, perecendo na batalha das Tabocas. Em 1645 e 1663, era devedor de 6864 florins à WIC.(57)».

@ pg. 181, Notas:

«(57) FHBH, I, pp. 84, 143, 239; II, p. 150; RCCB, pp. 34, 153; BNL, FG, códice 1555, fl. 199; MDGB, p. 204; "Generale staet", ARA, OWIC, n. 62; VL, I, p. 205; HGP, pp. 200, 233.».






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "MulinƐta (Engenho de roda d'água)". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Mulin%C6%90ta_(Engenho_de_roda_d%27%C3%A1gua). Data de acesso: 24 de março de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página