Ações

S. Bras (engenho de roda d'água)

De Atlas Digital da América Lusa

Edição feita às 15h39min de 3 de janeiro de 2015 por Levypereira (disc | contribs)

(dif) ← Versão anterior | ver versão atual (dif) | Versão posterior → (dif)

Coleção Levy Pereira


S. Bras

Engenho de roda d'água com igreja, no vale do 'Çiriânháya' (Rio Sirinhaem).


Natureza: engenho de bois com igreja.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: PARANAMBVCA.


Jurisdição: Vila Formosa de Serinhaém.


Nomes históricos: S. Bras (São Braz, Sembras, St. ßras).


Nome atual: Engenho São Brás.

Vide mapa do IBGE Geocódigo 2604204 SIRINHAEM-PE.

Citações

►Mapa PE-C (IAHGP-Vingboons, 1640) #40 CAPITANIA DE PHARNAMBOCQVE - plotado com o símbolo de engenho, 'Ԑ: St. ßras', na m.d. de riacho sem nome, afluente m.d. do 'R. SԐrinhajs' - 'Rº. SԐrinhain'.

►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, plotado, 'S. Bras', na m.d. de riacho sem nome tributário m.d. do 'Cirinhaya' - 'Cirianhaya' - 'Siriânháỹa'.

►[(Schott, 1636)], pg. 68-69:

"Engenhos da freguesia de Sirinhaém

Engenho Sembras, pertencente ao citado Pedro Lopes de Vera, situado ao sul do rio Sirinhaém, cerca de uma milha e meia da cidade; tem aproximadamente uma milha de terra com uma várzea razoavelmente boa. Mói com água e pode anualmente produzir 5.000 a 6.000 arrobas de açúcar; paga de recognição 2 arrobas por mil. ".

(Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), pg. 83:

"Distrito de Serinhaém

15. Engenho da invocação de São Braz, pertencente ao mesmo Pero Lopes de Vera; moerá este ano. ".

(Dussen, 1640), pg. 160:

"ENGENHOS DE PERNAMBUCO

Na jurisdição de Siranhaém

102) Engenho São Braz, também pertencente a Pero Lopes de Vera; as canas são levadas a moer no engenho anteriormente citado. São lavradores:

Jan Blaer 20 tarefas

Cipritana Charynho 12

Francisca Ferreira 8

_________________

40 tarefas".

(Relação dos Engenhos, 1655), pg. 240-241:

"Engenhos da Vila Formosa de Serinhaém

...

Engenhos a monte e arruinados da vila acima

...

- E o engenho de São Brás, a mesma pensão.(*)".

(*) pagava duas arrobas de branco por milhar, depois de dizimado.






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "S. Bras (engenho de roda d'água)". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/S._Bras_(engenho_de_roda_d%27%C3%A1gua). Data de acesso: 17 de outubro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página