Ações

Agoapetiba (porto)

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Agoapetiba

Porto e enseada, ao norte da barra do 'Cururuĩ' (Rio Coruripe) e ao sul da barra do 'Iequea guaçu Klip riuier' (Rio Jequiá).


Natureza: porto; enseada.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS MERIDIONALIS.


Capitania: PARANAMBVCA.


Nomes históricos: Agoapetiba; Aguapetiba; Sepetiba; Porto velho dos francezes.


Nome atual: não é mais utilizado como porto.

Localiza-se na enseada da Praia da Gameleira, município de Coruripe-AL.

Vide mapa IBGE Geocódigo 2702306 Coruripe-AL.

Citações:

►Mapa (Albernaz, 1640) fol. 62, 'Rio Sirigipe Emque entraõ naos Grosas Cõ piloto da Terra―Santo Atº. pequeno', imagem PT-TT-CRT-162-m0111, 'Porto velho dos francezes', entre a barra do 'Rio Cororuípe' e a barra do rio 'Hipochi'.

  • O porto está ubicado nesse mapa na barra de um rio, possivelmente o atualmente denominado Rio Lagoa dos Paus.

(Sousa, 1587), citado como porto de Sepetiba, pg. 60:

"Do porto Novo dos Franceses ao de Sepetiba é uma légua, do qual ao rio de Currurupe são três léguas em o qual entram navios da costa, cuja terra ao longo do mar é fraca, mas para dentro duas léguas é arresoada. ".

  • Nota: O Porto Novo dos Franceses localizava-se na Barra do Jequiá.

(Margrave, 1640), ITINERÁRIO, pg. 203, chama de 'Aguapetiba' a enseada desse porto, anotando que o caminho

de 'Aqui começa a enseada Aguapetiba', na qual 'caminha-se ao longo da praia, dois tiros de mosquete, onde fica atrás da mata, quase 1/4 de hora da praia, uma formosa planície de pasto e uma lagoa d'água doce.', até a 'Ponta meridional da enseada Aguapetiba.', percorre-se em 1 h de viagem.

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 163:

"Há uma enseada, Agoapetiba, hibridismo curioso, e, subindo pela costa, Ipoxi, o Poxim, e Iequeaguaçu, desaguadouro do rio Iequia, com a lagoa ampla, Iequea, Jequiá, onde se juntavam as águas dos rios, o Jequiá e o Urubutinga.".

Notas:

  • Uma interpretação consiste em considerar o topônimo 'Agoapetiba' hibridismo português-tupi,"agoa" = água + "petiba" = má, ruim, conforme, nesta mesma referência, à pg. 240, Cãmara Cascudo definiu: "Agoapetiba, Agua-ruim, Agua-má".
  • Outra, considerada mais apropriada, é interpretá-lo como termo da língua tupi puro, sendo a associação de "aguape", planta aquática, e "tiba", abundância de, ou seja, muito aguapé, aguapé abundante. Possivelmente é a denominação do rio que desemboca ao sul nessa enseada, o Rio Lagoa dos Paus, caracterizado pela abundância de vegetação aquática e pauis.


Citação deste verbete

Autor do verbete: Levy Pereira

Como citar:PEREIRA, Levy. "Agoapetiba (porto)". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Agoapetiba_(porto). Data de acesso: 29 de março de 2020.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)