Ações

Apetĩmbú

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Apetĩmbú

Iguaraguĩ

Aldeia de índios (brasilianos) com cruzeiro, na m.e. do 'Iguaraguai' (Rio Gargaú).

O cruzeiro simboliza a presença de um capitão holandês (capelão protestante).


Natureza: aldeia de índios com cruzeiro


Mapa: PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE


Capitania: PARAIBA


Nomes históricos: Aldeia Apetimbu (Petimbu, Pitimbu), Gargaú (Iguaraguĩ, Iguaraguai, Igoragam, Agoaragoary, Goaragoay, Goaragoasu, Goaragoam, Gargaou, Garagaou, GԐrogao, Jargaú), Jaraguaçu (Jaraguazu ) ou Eguararaca.


Nome atual: não é mais aldeia de índios.

  • O local é chamado de ALDEIA - vide mapa IBGE Geocódigo 2512703 SANTA RITA-PB.

Citações:

►Mapa PB (IAHGP-Vingboons, 1640) #49 CAPITANIA DE PARAYBA, plotado como aldeia, 'A. GԐrogao', na m.e. e na cabeceira do 'R. GԐrogao' (Rio Gargaú).

►Citada como Aldeia Jaraguazu, Jaraguaçu ou Eguararaca pelo Pe. Manoel de Moraes, em 1635, na sua relação de aldeias de brasilianos, na Paraíba, informada aos neerlandeses, conforme:

- Notas de C. Fernandes Pinheiro, Brasil Bandecchi e Leonardo Arroyo, in (Southey, 1810), Notas do capítulo IV, pg. 207:

"43 Jaraguazu, ou Eguararaca, a três milhas da Paraíba por terra, mas sete pelo rio acima, que era o caminho ordinário, que se seguia; ...".

- (Vainfas, 2008), pg. 72:

"Na Paraíba, nomeou a aldeia de Jaraguaçu ou Eguararaca, chefiada por Francisco Araduti, distante quatro léguas (24 quilômetros) da cidade, por terra, e sete léguas (42 quilômetros) rio acima, sendo o caminho fluvial o mais freqüentado; ...".

  • Nota: As duas citações acima têm fonte primária no livro de Joannes de Laet, História ou Anais dos Feitos da Companhia das Índias Ocidentais, desde o começo até o fim do ano de 1636 (editio princeps - 1644).

(Dussen, 1640):

@ pg. 183, define a função do capitão holandês:

"Além do capitão brasiliano, foi posto em cada aldeia um capitão holandês que os regem a eles e aos seus principais; a sua maior atribuição é animá-los para o trabalho e dirigi-los na melhoria das plantações e conceder-lhes permissão para trabalhar para senhores de engenho, verificando que não sejam vítimas de enganos e que o seu trabalho lhes seja pago. ".

@ pg. 184, quanto à população masculina, esclarece:

"... homens, tanto velhos quanto jovens, aptos para a guerra ou inaptos, excluídas as mulheres e crianças, as quais estão em proporção, com relação aos homens, de, no mínimo, 3 para 1. ".

@ pg.185, indicando o nome do seu capitão holandês e a população masculina nessa aldeia:

"ALDEIAS NA PARAÍBA ... Aldeia Jargaú, Capitão Francisco Arandoya ... 53 homens".

►Nótulo, com a Ata e as propostas da Assembléia Indígena, datadas de 30/03/1645, realizadas na Aldeia Tapisserica, com as resoluções do Supremo Conselho, apostiladas em 11/04/1645, in (Souto Maior, 1912). Essa aldeia, nessa Assembléia, é:

  • citada com as grafias: Igoragam, Goaragoay, Agoaragoary, Goaragoasu, Goaragoam;
  • representada por um grupo e elege representação de dois escabinos para a Câmara de brasilianos da capitania da Paraíba, com sede na Aldeia Maurícia, a qual congrega representações das Aldeias Maurícia, Miageriba, Pontado, Goaragoasu (Apetĩmbú / Iguaraguĩ) e Tapua;
  • liderada pelo Tenente João de Albuquerque, que representava seu capitão nessa Assembléia.







Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Apetĩmbú". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Apet%C4%A9mb%C3%BA. Data de acesso: 23 de outubro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página