Ações

Catingiba (rio)

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Catingiba

Rio afluente m.d. do 'Çirĩjĩ/Çirijĩ' (Rio Sergipe).


Natureza: rio.


Mapa: PRÆFECTURA DE CIRÎÎĬ, vel SEREGIPPE DEL REY cum Itâpuáma.


Capitania: CIRÎÎĬ.


Nomes históricos: Catingiba; Cotingiba.


Nome atual: Rio Cotinguiba.


Toponímia:

(Guaraná, 1916), pg. 304-305:

"COTINGUIBA — Rio que deságua no Oceano na barra do seu nome. Outros afirmam ser afluente do rio Sergipe. Contração de ybi — terra; cui — pó; tinga — branco; tyba — lugar: lugar de pó branco de terra, isto é, areal, segundo o Visconde de Beaurepaire Rohan, Esta interpretação justifica perfeitamente a denominação dada ao estuário que serve de porto ao Aracaju, até a barra, em cujas adjacências se divisam vários cômoros de areia. Os Drs. Theodoro Sampaio e Gonçalves Dias dão a este nome a significação de mastro de vela, cutí-dyba. Martius e o Dr. João Severiano da Fonseca decompõem-no do seguinte modo: cotuc — lavar; iba — árvore: arvore do sabão, saboeira (Sapindus Saponaria). Na opinião de alguns quer dizer: lugar da árvore das coités, cui-tyba.".


Citação:

(Câmara Cascudo, 1956):

@ pg. 147:

"Pela direita o Ciriji recebe quatro rios: — Iacareacica, Cotingiba, Marecaji e Ipoxiguaçu. ...

...

O Cotingiba (Cotinguiba) recebe pela destra um afluente sem denominação, que pode ser o Cangaleixo, e este um riacho, o Comandaroba. Este cai verdadeiramente no Cotinguiba, ensinam os geógrafos. ".

@ pg. 148:

"Em parte alguma Araçaju aparece. Apenas, entre o Ciriji e o Cotingiba há uma Igreja, com seu cruzeiro visível, a possível semente da futura Aracaju bonita. Era praia do Ciriji onde abundavam cajús.

Entre o Cotingiba e a margem esquerda do Vasa Barris está a região densamente habitada. Aí ficam Nossa Senhora do Rosário, residências de frades Capuchinhos, S. Gonçalo, Siriji del-Rei, com casario espalhado até Taperagoa, Taperaguá, cuja versão nhengatú denuncia abandono e mistério.".


Notas:

1) O cruzeiro entre o Ciriji e o Cotingiba fica a montante da foz do 'Catingiba' (Rio Cotinguiba) no 'Çirĩjĩ' (Rio Sergipe), o que o invalida como posição para Aracaju-SE. E o símbolo ao lado desse cruzeiro, no BQPPB, é o de uma casa, e não de igreja.

2) O 'Catingiba' no BQPPB está desenhado como afluente do Rio Sergipe.

3) José de Almeida Bispo, em 28/01/2014, comentou, seguindo (Guaraná, 1916):

"Rio Cotinguiba, nasce na Serra Comprida (Itapuama miri); serve de fronteira entre os municípios de Areia Branca e Laranjeiras, num giro de 90 graus encaminha-se para sudeste, banhando a cidade de Laranjeiras, e depois desaguando no Rio Sergipe. Antes das modernas regras geográficas, assim como o Rio das Pedras, era também o Cotinguiba considerado o rio que banha Aracaju, e não o Sergipe, como hoje é considerado.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Catingiba (rio)". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Catingiba_(rio). Data de acesso: 18 de setembro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página