Ações

Piraçununga

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Piraçununga

Piráçununga

Piráçunúnga

Rio com barra no Oceano ao norte da 'Baya grande ou Pto. de Calvo'.


Natureza: rio; barra de rio.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: PARANAMBVCA.


Nomes históricos: Piraçununga (Piráçununga; Pirásenunga; PirasԐnonga; Piracenúnga; Pirasunenga; Piraçuninga; Piracininga).


Nome atual: Rio Persinunga.

  • Essse rio estabelecia o limite entre as primeira e segunda jurisdições da Capitania de Pernambuco em 1638 (e entre a terceira e a quarta em 1640) e, atualmente, na região litorânea, o limite entre os atuais Estados de Alagoas e Pernambuco.

Citações:

►Mapa PE (Albernaz, 1626/1627), plotado, 'R: Pirásenunga.', com barra ao sul do 'R: de Vna' (Rio Una).

►Mapa PE-C (IAHGP-Vingboons, 1640) #40 CAPITANIA DE PHARNAMBOCQVE, plotado, 'Rº. PirasԐnonga.' e 'Rº. PirasԐnonga', barra ao sul do 'Rº. Huna'.

►Mapa Y-31 (4.VEL Y, 1643-1649) De Cust van Brazil tusschen Rio St. antonij Mimijn ende Cabo St. aúgústijn, plotado, 'Piracenúnga:', barra ao sul do rio 'Rº huna:'.

►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, plotado, 'Piracununga.', com barra ao norte da 'Baya grande ou Pto. di Cal'.

(Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638):

@ pg. 79-80:

Esta Capitania de Pernambuco se divide em quatro jurisdições, ...

Começando do sul, temos a primeira jurisdição, que se estende do Rio São Francisco ao rio Pirasununga e, como dissemos, nunca teve uma forma regular de governo.".

(Dussen, 1640), pg. 140-141:

"JURISDIÇÕES DE PERNAMBUCO

A Capitania de Pernambuco está dividida em seis jurisdições, ...

A terceira jurisdição é a de Vila Formosa de Sirinhaém, que se inicia no rio Sirinhaém e vai até o rio Pirasunenga [sic, Persinunga], cerca de 6 milhas ao longo da costa.

A quarta é a jurisdição de Porto Calvo, abrangendo cerca de 10 milhas ao longo da costa, desde o Pirasunenga até Paripueira.".

(Margrave, 1640), ITINERÁRIO, pg. 200, registra que os caminhos:

- do 'Rio Tiutiba', até o 'Riosinho sem nome', percorre-se em 1/4 h;

- do 'Riosinho sem nome' até o 'Piraçuninga (Piracininga)' (Rio Persinunga), percorre-se em 3/4 h;

- do 'Piraçuninga (Piracininga)' (Rio Persinunga)', que é transposto sobre uma ponte, até a 'Igreja de Santo Antonio', percorre-se em 1 h de viagem.

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 182:

"Depois do fronteiro Piraçununga vem Ponta dos Paus, a seguir a dupla embocadura do Iuna (Una) que sobe, entre habitações, passando por Nossa Senhora do Monteserrato. É então o Itaguaçutiba indo até Nossa Senhora de Guadalupe, e mesmo adiante.".

(Melo, 1931), pg. 218:

"PERSINUNGA — (Rio, no limite de Pernambuco e Alagoas) — Alt. Piraçú-nunga, c. pirá-çunun, onde o peixe rumoreja — A. C.

Th. Sampaio interpretou pira-cininga, o ronca-peixe — M. M.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Piraçununga". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Pira%C3%A7ununga. Data de acesso: 19 de dezembro de 2018.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página