Ações

Poĩmimbaba

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Poĩmimbaba

Rio afluente m.e. do 'Guaramama' (Rio Gramame).


Natureza: rio.


Mapa: PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE.


Capitania: PARAIBA.


Nomes históricos: Poĩmimbaba (MonbabԐ, monbac, Monbabe, Mombabo, Mombaba, Mimbaba, Mymbaba, Poimimbaba, Peranonbababa).


Nome atual: Rio Mumbaba.

Citações:

►Mapa IT (IAHGP-Vingboons, 1640) #43 CAPITANIA DE I. TAMARICA - plotado como 'R. MonbabԐ', afluente m.e. do 'R. Garamama.' - 'R. Garamanĭ'.

►Mapa PB (IAHGP-Vingboons, 1640) #49 CAPITANIA DE PARAYBA - plotado como 'R. MonbabԐ', afluente m.e. do 'R. Garamama.' - 'R. Garamanĭ'.

►Mapa IT (Orazi, 1698) PROVINCIA DI ITAMARACÁ, plotado como 'R. Monbabe', afluente m.e. do 'R. Garamane' - 'R. Garamana'.

►Mapa PB (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PARAIBA, plotado como 'R. monbac', afluente m.e. do 'R. Garamane'.

(Herckmans, 1639) RIAHGP, pg. 256-557:

"Da Lagoa Salgada segue um caminho para o sul, conduzindo a alguns currais que existem nas baixas ou várzeas das nascenças do Mumbaba, isto é, aos lugares onde se forma ou toma começo o dito rio.

Este rio Mumbaba corre, como o Paraíba, para a região inferior com um percurso de cinco ou seis léguas, até que se reúne e confunde com o Garamame, e então perde o nome que tem.

Junto ao Mumbaba, em distancia de duas a três léguas da cidade Frederika, moram vários portugueses, que se ocupam com o negócio da madeira e tabuado, porquanto existem naquelas vizinhanças boas árvores e bosques madeirosos. O nome Mumbaba vem da palavra indígena mombab, que quer dizer «lugar onde a guerra cessou.» A razão desta denominação é que os Pitiguares, tendo tido guerras entre si nos tempos antigos, fizeram a paz junto a este rio, e puseram termo às suas hostilidades.".

(Sampaio, 1904), pg. 33:

"MOMBABA (MOMBAB) — ou Mombaba, não quer dizer: lugar onde a guerra cessou como o explica Herckman, à pag. 257 da Descrição, mas simplesmente: conclusão, fim. A verdade é, porém, que o nome está mal escrito. Deve ser, provavelmente, Mumbaba, derivado do tupi Mimbaba ou Mymbaba, que quer dizer criação, cria, aplicado ao animal doméstico, ao gado, o que é bem de ver, pois se aplicava o nome referido a um rio em que existiam várzeas com muitos currais ou fazendas de criar (pag. 257).".

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 218:

"Pela esquerda cai o Poimimbaba, com nascença numa lagoa, onde há curral de gado. vizinha a outra, anônima. Esse Poimimbaba, (o SOMMIER DISCOURS chama-o Mombabo, Herckmann, Mombab, e a "Descrição de Pernambuco em 1746" regista Peranonbababa ou Monbabe) é o Mumbaba, principal afluente do Guaramama (Gramame) e tem, antes da confluência, a povoação de Nossa Senhora do Rosário.".

(Coriolano de Medeiros, 1950), pg. 150:

"Mumbaba (Voc. ind., corr. de mimbab: a criação) — Rio caudaloso, afluente da margem esquerda do Gramame, Nasce no município de Pedras de Fogo tendo 25 quilômetros de curso.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Poĩmimbaba". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Po%C4%A9mimbaba. Data de acesso: 12 de novembro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página