Ações

São João Del-Rei

De Atlas Digital da América Lusa

São João Del-Rei

Geometria Ponto

Fundada em 1713, a Vila de São João Del-Rei permaneceu com o mesmo território até o final do período colonial. Antes de ser elevada a vila, o arraial era chamado de Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar. No final do século XVIII, o sertanista Tomé Portes del-Rei se estabeleceu no local. Próximo ao Rio das Mortes, o bandeirante vendia mantimentos e oferecia pouso para os viajantes que passavam pelo local. No começo dos Setecentos, Tomé Portes del-Rei foi morto e seu genro, Antônio Garcia da Cunha, assumiu seus negócios no Rio das Mortes[1]. Em 1704, Cunha descobriu ouro no local e iniciou a prospecção. O novo descoberto atraiu grande contingente populacional e em pouco tempo formou-se o Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar. Em 8 dezembro de 1713 a Coroa elevou o arraial a vila com o nome de Vila de São João Del-Rei, em homenagem a D. João V[2].


Palavras-Chave: Vila de São João Del-Rei, Arraial Novo de Nossa Senhora do Pilar, Rio das Mortes.


Referências

  1. Relatos Sertanistas. In CÓDICE Costa Matoso. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, vol. 1, 1999. Coordenação-geral de Luciano Raposo de Almeida Figueiredo e Maria Verônica Campos, p. 75-80.
  2. BARBOSA, Waldemar de Almeida. Dicionário histórico e geográfico de Minas Gerais. 2. ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1995, p.317-319.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Mariana Barcelos
Como citar: BARCELOS, Mariana. "São João Del-Rei". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/S%C3%A3o_Jo%C3%A3o_Del-Rei. Data de acesso: 15 de dezembro de 2018.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página