São Simeão bispo de Seleucía e Ctesifónte

De BiblioAtlas - Atlas Digital da América Lusa
Ir para: navegação, pesquisa
Abertura3.png
Abertura.png
Abertura4.png


É santo no dia 21 de abril, em Pérsia.

O qual preso por mandado de Sapòr Rei de Pérsia, e carregado de ferros foi apresentado nos tribunais da iniquidade, e não querendo adorar ao Sol, e confessando com suma liberdade, e constância a Jesus Cristo, foi primeiramente metido em uma masmorra, e nela maltratado por muito tempo com outros cem ( dos quais uns eram Bispos, outros Presbíteros, outrops Clérigos de diversas Ordens) depois como Usthazánes, Aio del Rei Sapòr, que antes se apartará da Fé, mas já estava convertdio pelo mesmo Santo, padecesse com grande constância o martírio, no dia seguinte, que era o do aniversário da Paixão de Cristo, degolados em presença de S. Simeão todos os mais, a que ele exortava com grande animo, e a cada um em particular, foi também o mesmo Santo ultimamente degolado. Padeceram juntamente com ele os esclarecidos Varões Abedécalas, e Ananías seus Presbíteros; e porque Pusício, Mestre das obras del Rei, esforçou a Ananías, que mostrava fraqueza nos tormentos, aberto o pescoço junto dos músculos, que o ligão a cabeça, e arrancada por ali a liíngua, acabou com esta morte cruel. Depois dele foi também morta uma sua filha, Virgem consagrada a Deus.

Ferramentas pessoais
Espaços nominais

Variantes
Ações
Navegação
Cartografia
Canais
Institucional
Ferramentas