Ações

Spiritus San

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Spiritus San


Natureza: Engenho de roda d'água

com igreja


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ


Capitania: ITÂMARACÂ

Engenho de roda d'água com igreja, situado na m.d. do 'Ararĩ' (Rio Catucá-Rio Botafogo).

Jurisdição: Capitania de Pernambuco - Vila Antiga de Iguarassu.


Nomes históricos: Spiritus San (Espírito Santo, Ԑspirito Santo, Spiritus San) - vide NOTA abaixo.


Nome atual: ...

Há um estabelecimento industrial (usina de açúcar?) identificada como INDÚSTRIA no mapa IBGE Geocódigo 2606804 Igarassu-PE.

Citações

►Mapa IT (IAHGP-Vingboons, 1640) #43 CAPITANIA DE I. TAMARICA, plotado com o símbolo de engenho, 'Ԑ: Ԑspirito Santo', na m.d. do 'R.Araripĭ' (Rio Catucá-Rio Botafogo).

►Mapa IT (Orazi, 1698) PROVINCIA DI ITAMARACÁ, representado como engenho, 'Spirito Santo', na m.d. do 'R. Araripe'.

►Mapa PE (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PERNAMBVCO, plotado, 'Spirito Sant.', na m.d. do rio 'Arari' (Rio Catucá-Rio Botafogo).

►(Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), pg. 88-89 - vide NOTA abaixo:

"JURISDIÇÃO DE IGUARASSU

...

Os engenhos aí situados são estes:

...

5. Engenho Araripe de Cima, sob a invocação do Espírito Santo, pertencente a Gonçalo Novo de Lira, que ficou conosco; mói. ".

►(Dussen, 1640), pg. 156-157:

"Na jurisdição de Igarassu

Na jurisdição de Igarassu há os seguintes engenhos e lavradores, moendo na forma abaixo:

...

83) Engenho Espírito-Santo, pertencente a Gonçalo Novo de Lira, é engenho d'água e mói. São lavradores:

Francisco Dias de Oliveira 10 tarefas

Francisco Correia 10

Bartolomeu Gomes 12

Antônio Álvares 8

Antônio Coelho 8

Francisco da Rocha 15

Francisco de Sousa 14

Bartolomeu Lambertsz van Boucholt e João d'Abreu 18

----- 
95 tarefas".

◄NOTA►:

O mapa BQPPB plota quatro engenhos no vale do rio 'Arárĩ', cuja sequência, de montante para jusante, é 'S. Felippe O Iago' (m.d. do rio), 'Spiritus San.' (m.d.), 'Bom Ie∫us' (m.e.), e 'Velho' (m.e), o primeiro na Capitania de Pernambuco e os restantes na Capitania de Itamaracá. Cumpre observar que os relatórios (Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638) e (Dussen, 1640) citam o engenho 'Spiritus San.' como pertencente à Capitania de Pernambuco.

O mapa IT (IAHGP-Vingboons, 1640) #43 CAPITANIA DE I. TAMARICA também plota quatro engenhos no vale do 'R. Araripĭ', que, na mesma seqüência acima citada, são o 'Ԑ. Araripĭ' (m.d.), 'Ԑ: Ԑspirito Santo' (m.d.), 'Ԑ. Araripĭ ∂i ßaxo' (m.e.) e 'Ԑ. velho' (m.e.), o que nos permite seguramente correlacionar um a um e sequencialmente os topônimos.

O mapa IT (Orazi, 1698) PROVINCIA DI ITAMARACÁ mescla essa situação, plotando no vale do 'R. Araripe' seis engenhos, que, na mesma seqüência acima citada, são o 'E Araripe' (m.d.), 'S. Felipo S. Tiago' (m.d.), 'Spirito Santo' (m.d.), 'Bon Iesus' (m.e.), 'E Araripe de Baxo' (sem símbolo, presumivelmente na m.e. ou com seu símbolo próximo à 'Arari', possível denominação do rio - situação no mínimo confusa) e Velho' (m.e.), o que nos faz descartar, neste caso, a utilidade dessa referência.

No relatório (Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), o único que sita as invocações de santos das capelas desses engenhos, conseguimos identificar citações para esses engenhos:

#5. Engenho Araripe de Cima, sob a invocação do Espírito Santo, pertencente a Gonçalo Novo de Lira;
  1. 6. Engenho Jaracutinga, sob a invocação de São Filipe e Santiago, pertencente a Domingos da Costa Brandão;
  1. 19. Engenho Araripe de Baixo, sob a invocação de Nossa Senhora do Ó, pertencente a Francisco Lopes de Orosco;
  1. 20. Engenho Araripe de Cima, sob a invocação do Bom Jesus, pertencente ao mesmo Francisco Lopes Orosco.

No relatório (Dussen, 1640), conseguimos identificar citações a esses engenhos:

  1. 83) Engenho Espírito-Santo, pertencente a Gonçalo Novo de Lira;
  1. 84) Engenho Garasutinga ou Araripe de Riba, pertencente a Domingos da Costa Brandão
  1. 140) Engenho Araripe de Baixo, pertencente a Francisco Lopes de Orosco;
  1. 142:) Engenho Velho, pertencente a Francisco Lopes.

Face aos conflitos advindos de possíveis erros ou omissões no relatório (Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), à comparação dos mapas, e á constatação de que estes concordam com o relatório (Dussen, 1640), preferimos adotar como mais fidedigna na nossa interpretação do BQPPB:

S. Felippe O Iago' = 'Ԑ. Araripĭ' = Araripe de Cima = Garasutinga = Jaracutinga;

Spiritus San.' = 'Ԑ: Ԑspirito Santo' = Espírito Santo;

Bom Ie∫us' = 'Ԑ. Araripĭ ∂i ßaxo' = Araripe de Baixo;

Velho' = 'Ԑ. velho'.

Assim, as possíveis correções no relatório (Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638) seriam:

- o engenho #5, denominado Engenho Araripe de Cima, deveria ser efetivamente o Engenho Espírito Santo;

- o engenho #19, denominado Engenho Araripe de Baixo, seria efetivamente o Engenho Velho, e sua capela teria a invocação de Nossa Senhora do Ó;

- o engenho #20, denominado Engenho Araripe de Riba, seria efetivamente o Engenho Araripe de Baixo.






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Spiritus San". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Spiritus_San. Data de acesso: 25 de março de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página