Ações

Vistosa de Madre de Deus

De Atlas Digital da América Lusa

Vistosa de Madre de Deus

Geometria Ponto
por Vinicius Maluly
Este site foi criado em uma Universidade Federal (UnB) e produz conteúdo de qualidade para todos (com a participação de diversos professores de outras instituições federais!).
Valorize esse patrimônio!
Diga não aos cortes!


Foi Vila entre 1765 até depois de 1808 com o nome de Vila Vistosa da Madre de Deus. Há, no arquivo histórico ultramarino, uma primeira menção à vila em 1772[1]; e outra, de 1773, escrita pelo governador e capitão general do Estado do Pará e Rio Negro João Pereira Caldas, destacando a relevância de uma comunicação por terra a ser feita entre a Vila São José de Macapá, Vila Vistosa da Madre de Deus e a Vila de Mazagão.[2] Em 1793, o governador da Capitania do Pará, Franciso Inocêncio de Sousa Coutinho, elaborou um relatório a respeito das condições defensivas gerais das vilas, destacando que o número de ausências e mudanças de famílias na Vila de Mazagão e na Vila Vistosa estava aumentando e que "está quase abandonada".[3]


Referências

  1. AHU-Pará, D.5805
  2. AHU-Pará, D.5938
  3. SARNEY, J., COSTA, P. Amapá: a terra onde o Brasil começa. Brasília: 1999. p. 125.



Citação deste verbete
Autor do verbete: Vinicius Maluly
Como citar: MALULY, Vinicius. "Vistosa de Madre de Deus". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Vistosa_de_Madre_de_Deus. Data de acesso: 19 de julho de 2019.



Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)

Informar erro nesta página