Ações

De frades

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


de frades

Ilha fluvial na barra do 'Paraiba' (Rio Paraíba).


Natureza: ilha.


Mapa: PRÆFECTURÆ DE PARAIBA, ET RIO GRANDE.


Capitania: PARAIBA.


Nome atual: Ilha da Restinga.


Nomes históricos: de frades; Ilha dos Frades; Ilha da Camboa (Gamboa); Ilha de N. S. da Conceição; Ilha da Conceição.

Citações:

►Mapa PB (Albernaz, 1626/1627), desenhada, sem nome, no "PARAIBA OV RIO DE SÃO.DOMINGOS".

►Mapa Y-48 (4.VEL Y, 1643-1649) De Cust van Brazil tusschen Cabo Blancko en Rio Jan de Sta, plotada, sem nome, no 'Rº paraÿba'.

►Mapa PB (4.VEL Y, 1643-1649) #49 CAPITANIA DE PARAYBA, plotada, 'I. ∂os ƒra∂Ԑs', no 'Rº Parayba' - 'R. Pharayba.'.

►Mapa PB (Orazi, 1698) PROVINCIA DI PARAIBA, plotada, 'I dos Frados', no 'R. Paraiba'.

(Herckmans, 1639) RIAHGP, pg. 241-242:

"Cerca de um quarto de légua espanhola daí para o ocidente fica o forte chamado Restinga ...

Demora na ponta da ilha que o rei deu aos frades de S. Bento, e por isso a denominaram ilha dos Frades, dos Frades, a qual se estende pelo rio acima obra de meia légua, e se acha quase toda deserta e coberta de mata, não sendo muito própria para coisa alguma. Presentemente vagueiam ai 60 ou 70 cabeças de gado, que os neerlandeses nela meteram no ano de 1636 para servirem de alimento aos fortes nas occasiões de necessidade ou invasão do inimigo. Mas esse gado se acha agora tão selvagem que não se pode pegar uma só cabeça, a não ser deitando-se abaixo uma parte da mata, e fazendo-se círculos (circken), onde se meta toda a tropa com cães educados para esse fim, segundo o modo usado pelos criadores de gado do Brasil.

Por traz dessa ilha passa um canal do rio Paraíba, sobre cuja margem setentrional, obra de meia légua de S. Antonio, fica o lugar chamado Forte Velho, que foi dos franceses, e ai faziam eles o seu negocio com os Pitiguares ou índios da terra; pois nesse tempo não se sabia ainda ai plantar a cana de açúcar, e muito menos moê-la, o que veio a suceder posteriormente, quando os portugueses a introduziram.

...

Deste lugar para o ocidente, desemboca atrás dessa ilha um pequeno rio chamado Nossa Senhora da Guia, o qual vem do norte a uma pequena légua do interior, e junto dele fica sobre um monte a igrejinha do mesmo nome.".

(Coriolano de Medeiros, 1950), pg. 219:

"Restinga — Ilha no estuário do Paraíba, defronte de Cabedelo, tendo uns 6000 metros de comprimento por uns 300 na maior largura. Está. fronteira à barra, sendo excelente ponto estratégico. Em 1579 nela estabeleceu João Tavares um fortim que logo abandonou, tangido pelo desamparo em que o deixaram as autoridades de Olinda. Formou depois o vértice do triângulo de fortificações contra os batavos, sendo o primeiro a cair em poder destes, a 6 de dezembro de 1634. Fora esta ilha doada por sesmaria assinada pelo capitão-mor da Paraíba, Feliciano Coelho de Carvalho, em 16 de maio de 1595, a favor de Isabel Caldeira, viúva de Manuel de Azevedo, que, anos antes, fundara no local um fortim e uma camboa para colher peixes, daí resultando o primitivo nome — Ilha da Camboa. Ali os potiguaras o atacaram e o mataram, bem como a seu filho Manuel Homem de Melo, casado com uma filha de sua madrasta Isabel Caldeira. Esta vendeu a ilha aos frades de São Bento, tomando a ilha este nome, não obstante terem-na os frades apelidado Conceição. Após a Independência, o Governo Geral a comprou por cinco contos de réis em apólices da divida pública e nela montou um lazareto, que se arruinou. Possuía a ilha densa mata com excelentes espécies para construção e marcenaria, mas, devido ao largo período de abandono, sofreu lastimável devastação. ".

(Pereira da Costa, 1951), Volume 1, Ano 1579, pg. 480:

"Em princípios deste ano parte de Olinda o capitão João Tavares, com uma expedição, por determinação do governador da capitania, em virtude de ordem régia, afim de expulsar da Paraíba os franceses, que unidos com os Potiguares iam traficar ali em pau-brasil, causando graves danos aos moradores de Itamaracá e Igarassu.

João Tavares fez a sua jornada por terra sem encontrar o menor obstáculo, e chegando à Paraíba, e escolhendo um ponto em que pudesse estar a salvo de qualquer investida, achou uma ilha na foz do rio do mesmo nome de Paraíba, próxima à barra do Cabedelo e onde construiu um fortim de madeira num pontal fronteiro à barra, que passou a ocupar com a sua gente, e simplesmente mantendo-se em posição defensiva. Essa ilha teve depois o nome de Gamboa, pelas muitas que nela se abriram para a pesca do peixe, se bem que fosse doada com o nome de Ilha da Conceição.".

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 221:

"Em Cabedelo cai o Guiti (Guia) e, ao flanco esquerdo da ilha dos Frades, em; cuja restinga havia fortificação entre o Arx Margarita e o Santo Antônio, e um rio inominado, tendo o Nhiagereba (Mangereba), onde há morada, e o Caraí, pela sinistra, e o Aparara, o Iacui (Jacuí) pela destra, correndo o Itinga perto da barra.".







Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "De frades". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/De_frades. Data de acesso: 6 de julho de 2020.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página