Ações

Iaçapucjў ou R. das Frades (rio)

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


Iaçapucjў ou R. das Frades

Rio ᵭ Frades

Rio costeiro ao sul do 'Guaraígŭáçû ou R. đ S. Ant. Grande' (Rio Santo Antônio Grande).


Natureza: rio.


Mapas:

PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS MERIDIONALIS;

PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS BOREALIS, una cum PRÆFECTURA de ITÂMARACÂ.


Capitania: PARANAMBVCA.


Nomes históricos: Rio ᵭ Frades; R. das Frades; Rio dos Frades; Iaçapucjў; Iacapuçyy; Iasapucahug; Rio Jaçapucaia; São Gonçalo (possivelmente).


Nome atual: Rio Sapucai, também denominado Rio Sapucaia.

Citações:

►Mapa PE (Albernaz, 1626/1627), plotado, 'Iasapucahug.', barra entre as do 'Piripaua' ('Paripoera' no BQPPB, atual Rio Suaçui) e 'S: Antº.' (Rio Santo Antônio Grande).

►Mapa PE-M (IAHGP-Vingboons, 1640) #39 CAPITANIA DO PHARNAMBOCQVE, plotado, sem nome, entre o 'R. PԐrpoԐro' (Rio Suaçui) e o 'R. St Antony' (Rio Santo Antônio Grande).

(Margrave, 1640), ITINERÁRIO, pg. 201, registra que os caminhos:

- do 'Rio Guaraiguaçu ou rio de Sant'Antônio Grande', que 'atravessa-se em canoa e também se pode vadear em maré baixa', até 'Rio Jaçapucaia', percorre-se em 1 h;

- do 'Rio Jaçapucaia', que 'ao norte deste rio, a um tiro de mosquete da praia, há uma planície pantanosa, onde há água potável e pasto para os animais', e que 'Atravessa-se em maré baixa', até o 'Rio Tipioca', percorre-se em 3/4 h;de viagem.

(Câmara Cascudo, 1956), pg. 165:

"Um riacho, o Tipioca, aparece. Seguidamente é o Iacapuçyy ou Rio dos Frades, extrema meridional.".

(Bullestrat, 1642), pg. 179, possivelmente refere-se a esse rio chamando-o de São Gonçalo:

"A 13 do dito mês do ano de 1642, ao amanhecer, partimos e com a maré baixa passamos o rio que fica a uma boa hora de marcha do rio doce. Passamos o rio que está a uma hora [de marcha] do anterior. Ainda atravessamos o rio Paripueira que também fica a uma hora do antes mencionado. Ainda cruzamos dois ou três pequenos rios.

Com meia-maré atravessamos o rio São Gonçalo aonde a Companhia já teve um forte na sua barra e outro mais para o interior; ambos, por não serem de muito préstimo, foram arrasados e abandonados (64); aí entramos pela mata, porque com a maré alta a praia não mais poderia servir de caminho; aí descansamos e permanecemos até que com o início da vazante pudéssemos reiniciar a marcha em direção ao rio Santo Antônio Grande,, ...".

(Gonsalves de Mello, 1985), pg. 196, pode dar uma explanação para o rio também ser chamado de 'Rio dos Frades', no caso, religiosos da Ordem do Carmo:

"(64) Em São Gonçalo de Paripueira foram levantados dois redutos por Arciszewsky em agosto de 1635: "em uma eminência sobre a praia e junto à ermida de São Gonçalo, pertencente aos religiosos do Carmo, levantaram um reduto e na praia outro, para estorvar-nos a comunicação com os moradores do campo" refere Duarte de Albuquerque Coelho, Memórias Diárias da Guerra do Brasil (Recife 1944) p. 214 e J. de Laet, Iaerlyck Verhael 2ª ed., 4 vols. (Haia 1931-37) IV p. 172. "






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "Iaçapucjў ou R. das Frades (rio)". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/Ia%C3%A7apucj%D1%9E_ou_R._das_Frades_(rio). Data de acesso: 4 de abril de 2020.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página