Ações

N S. da Conçeiçaon

De Atlas Digital da América Lusa

Coleção Levy Pereira


N S. da Conçeiçaon

Povoação na margem sudoeste da 'Paraĩgèra ou Algoa de Sal' (Lagoa Manguaba).


Natureza: povoação.


Mapa: PRÆFECTURÆ PARANAMBUCÆ PARS MERIDIONALIS.


Capitania: PARANAMBVCA.


Nomes históricos: N S. da Conçeiçaon; povoação de Nossa Senhora da Conceição; Dorp; Pouaçaõ; povoação de Alagoas (Alagoa del Sul; Alagoa do Sul); Poblacion de la Laguna del Sur; Povoação do Sul; Vila Madalena de Sumaúna; Vila de Santa Maria Madalena da Lagoa do Sul; Vila Madalena.


Nome atual: cidade de Marechal Deodoro-AL.

Citações:

►Mapa BA (IAHGP-Vingboons, 1640) #36 CAPITANIA DO BAHIA DE TODOS SANCTOS, plotada, sem nome, desenhada com a disposição das edificações, na margem sul da 'a Lagoa ∂Ԑ Zuÿ∂t', ' (Lagoa Manguaba).

►Mapa BRASILIA (IAHGP-Vingboons, 1640) #38 CAERTE VAN BRASILIA, plotada com o símbolo de povoação, 'Dorp' (povoação 'N S. da Conçeiçaon' no BQPPB, atual cidade Marechal Deodoro-AL), no sudoeste da 'Alagoa ∂Ԑ Zuy∂t' (Lagoa Manguaba).

►Mapa PE-M (IAHGP-Vingboons, 1640) #39 CAPITANIA DO PHARNAMBOCQVE, plotada com o símbolo de povoação, 'Pouaçaõ' (povoação 'N S. da Conçeiçaon' no BQPPB, atual cidade Marechal Deodoro-AL).', no sudoeste da 'Alagoa. ∂Ԑ Zuy∂t.' (Lagoa Manguaba).

(Nassau-Siegen; Dussen; Keullen - 1638), pg. 80:

"Começando do sul, temos a primeira jurisdição, que se estende do Rio São Francisco ao rio Pirasununga e, como dissemos, nunca teve uma forma regular de governo. As suas principais povoações são: Penedo, Alagoa do Sul, Alagoa do Norte (cada uma com uma povoação ou aldeia), e Povoação do Porto do Calvo.".

(Dussen, 1640), pg. 141:

"CIDADES DE PERNAMBUCO

Na Capitania de Pernambuco há as seguintes cidades: Vila Antiga de Igarassu, Vila de Marim de Olinda, Vila de Olinda, Maurícia, que abrange o Recife e Antônio Vaz, Vila Bela de Ipojuca, Vila Formosa de Sirinhaém, ao todo 5 cidades e mais as povoações como sejam: Muribeca, São Lourenço, Santo Antônio, Santo Amaro, etc., na jurisdição de Olinda, Una na jurisdição de Sirinhaém, além das povoações de Porto Calvo, das Alagoas do Norte, das Alagoas do Sul, das quais algumas delas são como pequenas cidades.".

(Margrave, 1640), ITINERÁRIO, pg. 202, registra que os caminhos:

- do 'Rio de Pero Cabreiro', que tem 'Boa água potável e pasto para os cavalos', até o 'Rio Cubaúna, Rio Itinga, Povoação da Alagoa del Sul', que 'Passam-se ambos sucessivamente. Passa-se por uma ponte e chega-se logo à povoação.', percorre-se em 2 1/2 h de viagem.

(Bullestrat, 1642), relatando suas atividades em 8 de janeiro de 1642:

@ pg. 170:

"Seguimos até o rio Sumaúma e aí descansamos; as pontes sobre os rios que levam à Povoação do Sul estavam destruídas ou arruinadas, e por isso tive que atravessar a lagoa ao longo da margem, para chegar à povoação, em cujo percurso gastei mais de uma hora, encontrando em caminho Belquior Lotte Ferreira, que na margem está construindo um pesqueiro. ".

@ pg. 171:

"Passei pela aldeia da Povoação do Sul e verifiquei estar muito convenientemente situada à beira d'água, em um morro; acha-se, porém, inteiramente incendiada e destruída pelo Comandante Malburgh que aí esteve quando da vinda da esquadra espanhola e por ele abandonada depois. As paredes da igreja ainda se mantêm de pé, com duas casas arruinadas (53).

(Coelho, 1654) - Duarte de Alburquerque Coelho cita que elevou a Povoação da Lagoa do Sul a vila, em 12 de abril de 1636, à pg. 225b:

"Por no dexar el día de 23. de Abril, avernos dexado la Poblacion de Puertocalvo, que desde aquí tendrà el nombre de Villa del Buen Sucesso; porque Duarte de Alburquerque la intitulò assi, en doze de este propio mes, dandola termino, i jurisdicion, conforme a los poderes, i privilegios que tenia del Rey, para hazer las que le pareciesse. Assi; lo hizo tambiĕ con tas Poblaciones de la Laguna del Sur, i del Rio de San Francisco; llamãdo Villa de la Madalena a la primera; i de San Francisco a la segunda.".

(Gonsalves de Mello, 1985), pg. 195:

"(52) O Porto do Francês ou dos Franceses, servia à povoação da Alagoa do Sul.

(53) No livro de Barlaeus há um mapa do "Pagus Alagoae Australis" (autor desconhecido) e uma vista da vila: ("Alagoa ad Austrum") por Frans Post.".

(Walbeek & Moucheron, 1643):

@ pg. 124 :

"As terras situadas entre Porto Francês e a ponte do rio Cebaúna, que é o lado sudeste da lagoa do Sul, foram dadas por Diogo Soares a Gonçalo Ferreira, Gonçalo Fernandes e Francisco Martins. Todos três retiraram-se e, por conseqüência, as suas posses passaram para a Companhia. Essas ditas terras são boas para pastos e campos de mandioca; é campanha pela maior parte plana e no verão tem sempre água.".

@ pg. 125:

"As terras que se seguem para o ocidente ao longo da lagoa, onde fica a povoação de Nossa Senhora da Conceição e onde de presente se acha a nossa guarnição, pertenceram à igreja da mesma povoação. Essa igreja foi feita por certo João Esteves, que era senhor da ilha Massagueina, sita abaixo entre as duas lagoas, da qual era ele o senhor e foi dada à Misericórdia. (?)".

  • Nota: Misericórdia é uma ordem religiosa.

(Nieuhof, 1682):

pg. 38-39:

"A Capitania de Pernambuco é das maiores e mais importantes do Brasil holandês. ... Divide-se ela em 11 distritos pequenos, habitados pelos portugueses a saber: a cidade de Olinda, Iguarassu, Recife, Muribeca, Santo Antônio, Ipojuca, Serinhaém, São Gonçalo de Una, Porto Calvo, Alagoas do Norte e Alagoas do Sul, dentre as quais Olinda e Iguarassu são as principais.

...

As cidades de Alagoas do Norte e Alagoas do Sul estão a 40 milhas do Recife.".

(Diegues Jr, 1949), pg. 73:

"É a partir de setembro de 1631 que o território das Alagoas passa a tomar parte ativa na luta flamenga. Logo depois se verifica a deserção de Calabar, cujo conhecimento da terra permite uma rápida modificação no rumo da guerra. Em maio de 1633, Calabar conduz os seus novos senhores ao Norte das Alagoas. Sucedem-se os saques, incêndios de caravelas, degolamentos de moradores em Porto de Pedras e Porto Calvo.

A seguir marcham os flamengos para o Sul da capitania. O açúcar encontrado a bordo de uns barcos em Porto Calvo é apreendido. Descendo depois para Camaragibe, novos incêndios praticam, queimando os invasores tudo aquilo que não puderam conduzir. Mais ao sul, depois de atacado o Porto do Francês, entram na Alagoa do Sul ou Madalena, ateando fogo na vila que então contava mais de 100 casas (80).

(80) Duarte de Albuquerque, Memórias Diárias da Guerra do Brasil, Recife, 1944.".

(Câmara Cascudo, 1956):

@ pg. 155:

"Diogo Soares da Cunha é o sesmeiro de cinco léguas de praia, de Pajussara ao Porto do Francês, com foral em 5 de agosto de 1591. Entravam, para o sertão, sete léguas. Vindo de Lisboa para Pernambuco, em 1596, é o fundador da povoação de Madalena, que seria a vila de Santa Madalena da Alagoa do Sul em 1636. Gabriel Soares, filho e herdeiro do fundador, é o primeiro alcaide-mor de Madalena, casado e rico, quando os holandeses apareceram. Essa Santa Madalena da Alagoa do Sul é a futura Cidade das Alagoas, a capital antiga que Maceió destronou. Aí puderam respirar e dormir os dez mil que se retiraram com Matias de Albuquerque, das ruínas do Arraial do Bom Jesus, em 1635. Dois anos depois, trazidas por Antônio Felipe Camarão, tres mil pessoas se abrigavam, alimentadas e tranqüilas.".

@ pg. 158:

"O SOMMIER DISCOURS resume Alagoas nalgumas linhas nítidas e apressadas. "Começando do sul, temos o 1.° distrito que se estende do S. Francisco ao rio Pirasinunga (Persinunga), e, como dissemos, nunca teve uma forma regular de governo. As suas principais povoações são: Penedo, Alagoa do Sul, Alagoa do Norte, (cada uma com uma povoação), e Porto do Calvo.".

@ pg. 171, comentando sobre os caminhos:

"E uma outra estrada transpondo o Çobauna (Sibaúna), as serras que, neste trecho, molduram o Itinga, ia ter a Nossa Senhora do Rosário, partindo um ramal a Nossa Senhora da Conceição, em Paraigera, alagoa do sul.".






Citação deste verbete
Autor do verbete: Levy Pereira
Como citar: PEREIRA, Levy. "N S. da Conçeiçaon". In: BiblioAtlas - Biblioteca de Referências do Atlas Digital da América Lusa. Disponível em: http://lhs.unb.br/atlas/N_S._da_Con%C3%A7ei%C3%A7aon. Data de acesso: 11 de dezembro de 2019.


Baixe a referência bibliográfica deste verbete usando

BiblioAtlas recomenda o ZOTERO

(clique aqui para saber mais)



Informar erro nesta página